Álcool sequestra mecanismos de formação das memórias, aponta estudo

Farmacêutico Márcio Antoniassi

Ao mudar a expressão das proteínas nos neurônios, álcool cria uma necessidade de beber mais apesar de eventuais memórias ruins associadas a ele.

neuroniosEstudo feito por pesquisadores da Universidade de Brown, nos EUA, aponta que o álcool sequestra os mecanismos de formação das memórias e muda a expressão das proteínas nos neurônios, criando uma necessidade de beber mais apesar de eventuais memórias ruins associadas à bebida no passado, como ressacas e acontecimentos desagradáveis. Segundo o estudo, uns poucos drinques em uma noite já são suficientes para alterar a formação das memórias em nível molecular. As descobertas foram publicadas na Neuron.

Um dos maiores desafios na luta contra o alcoolismo é o alto risco de recaídas, mesmo depois de progressos significativos. Para tentar entender os mecanismos por trás do problema, os cientistas norte-americanos estudaram o cérebro das moscas-de-fruta, cujos sinais de formação de memórias de repulsa e recompensa são muito parecidos aos dos humanos.

Explicando…

Ver o post original 644 mais palavras

PSICOLOGIA ANALÍTICA

VOCACIONADOS

DROGAS E QI

Pesquisas indicam que existe uma associação positiva entre o Quociente de Inteligência e a chance de usar drogas ilegais, tabaco e álcool.

Drogas e QI

Embora seja o contrário daquilo que normalmente se esperaria, as pesquisas têm apontado uma estranha relação positiva entre consumo de substâncias que alteram a mente e uma das medidas mais comuns de capacidade cognitiva, os testes de QI (abreviatura para Quociente de Inteligência). Certamente, o teste de QI não é perfeito nem abrange todas as sutilezas da inteligência humana, no entanto mais de um século de pesquisa mostra que é uma medida válida para avaliar alguns aspectos importantes da cognição. De forma algo surpreendente, o uso do tabaco, de álcool ou de drogas psicoativas está estatisticamente associada ao aumento de Ql. Não somente no uso atual dessas substâncias, mas também existe maior probabilidade de realização de experiências com drogas ou álcool na adolescência para os…

Ver o post original 575 mais palavras

OUTROS OLHARES

VOCACIONADOS

AS ESCRAVAS SEXUAIS DA NXIVM

Escândalo envolvendo a herdeira do império de bebidas Seagram e uma atriz de Hollywood revela os sórdidos rituais em que mulheres eram abusadas e marcadas a ferro como gado – com as iniciais do líder Keith Raniere. Ele pode ser condenado à prisão perpétua.

As escravas sexuais da nxivm

Bem-vindo à nexium. Ou melhor, Nxivm, a macabra academia de auto ajuda fundada em 1998 em Colonie, Estados Unidos, pelo ex-progarmador de computadores e supostamente génio precoce Keith Raniere, hoje com 57 anos. Depois de desenvolver um método que prometia revelar os segredos do triunfo pessoal e trazer sucesso e prosperidade, Raniere caiu nas graças de ricas e famosas, ascendendo ao status de guru. Por meio de ciclos de palestras e treinamentos que combinavam doses de filosofia, alguma religiosidade e programação neurolinguística, a organização prosperou atraindo jovens inseguras em busca de auto – afirmação. Por trás das falsas promessas, porém, havia…

Ver o post original 735 mais palavras

GESTÃO E CARREIRA

VOCACIONADOS

A HUMANIDADE POR TRÁS DOS DADOS

Entenda o Big Data e por que sua empresa precisa implementá-lo hoje mesmo.

A humanidade por trás dos dados

Uma campanha de marketing político pautada em interesses e comportamentos humanos. A Cambridge Analítica ficou conhecida em todo o mundo por analisar dados sobre a população norte-americana que auxiliaram a vitória de Donald Trump. O problema é que a empresa foi acusada de utilizar ilegalmente informações de cerca de 50 milhões de cidadãos disponibilizadas no Facebook. O antiexemplo, no entanto, abre as portas para o entendimento de como fazer esse trabalho de compreensão do seu consumidor de maneira ética e legal.

Quando as reações emocionais dos indivíduos passam a poder ser interpretadas por meio de tráfegos gerados voluntariamente, fica mais fácil entender exatamente como atingir um público, desenvolver um produto e criar um planejamento de marca. E não é apenas nas urnas que o Big Data transforma- se em aliado. Aplicativos…

Ver o post original 1.551 mais palavras