Feminismo e repercussões no ordenamento jurídico brasileiro.

Roberto Coutinho

          Queridos leitores, meu nome é Júlia Lordêlo Travessa (@jlordelotravessa) e talvez vocês tenham visto alguns textos meus no instagram do Roberto Coutinho. Bom, a convite dele, venho contribuir um pouco para este novo trabalho de difusão do conhecimento e com um tema que me agrada: tratar de alguns dos hipervulneráveis.

              Neste texto de hoje, falarei sobre o feminismo e as formas de proteção da mulher no ordenamento jurídico brasileiro. Boa parte dos temas já é de alguma familiaridade da maioria (acredito eu), porém tentarei ser o mais completa possível.

            A relevância do tema é que, ainda que não seja uma minoria na população brasileira (ao contrário, permanece a maioria), devido às circunstâncias históricas e sociais, os indivíduos deste grupo passaram por diversos períodos de desqualificação, sendo privados de direitos ou impedidos…

Ver o post original 1.170 mais palavras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s