A faxineira que tornou seu diário público e virou ‘digital influencer’

Suhellen Alves, de 32 anos, sempre gostou de organizar a casa, mantê-la limpa e agradável. Por isso, depois de passar por um divórcio conturbado, um período depressivo e ficar sem perspectivas profissionais, ela decidiu transformar o gosto restrito ao seu próprio lar em trabalho: hoje é diarista.

Suhellen é carioca, passou boa parte da adolescência em Minas Gerais e aportou no Rio de Janeiro aos 15 anos, quando conheceu o pai da sua primeira filha. Mãe aos 16, teve de lidar com os preconceitos e julgamentos que a sociedade impõe a quem passa pela maternidade antes da vida adulta.

Com a primeira filha no braços, decidiu ficar de vez e tocou a vida. Teve mais dois filhos, e quando o caçula ainda era um bebê, foi aprovada em um concurso municipal no interior de Minas Gerais e ela foi. O pai da criança ficou.

A dificuldade da distância fez com que Suhellen abandonasse sua carreira e voltasse ao Rio, mas pouco depois o casamento terminou de vez.Role para baixo para continuar lendo ANÚNCIO 

Com as faxinas eu aprendi algo que levo para vida: não dá para julgar as pessoas.

Ela criou o perfil Diário da Diarista no Instagram, que já acumula seguidores famosos, como a chef de cozinha Paola Carosella

Sempre com o apoio da tia, que a criou como filha, Suhellen revela que fez “muitas besteiras” na vida, e até se dedicar à vida de diarista sentia-se um pouco sem rumo.

Ela credita o cenário em que estava inserida a uma necessidade de sempre apoiar-se em relacionamentos afetivos que não eram plenos: “Por quase 32 anos, eu não vivi em paz. Em Minas [Gerais], eu tive um período de ilusão, achava que tinha paz mas não era 100%. Hoje eu me sinto plena, sou meu porto seguro, não preciso depender de ninguém”, afirma.

Tomar a própria vida pelas mãos e dar um novo sentido a ela só foi possível, também, graças ao seu atual companheiro. Um parceiro que impulsiona Suhellen em direção aos seus sonhos, e não tem medo deles, era importante no momento em que ela decidiu mudar os rumos da sua vida profissional: “Antes, era cômodo para os meus antigos relacionamentos eu não ter ambição, só trabalhar para pagar as contas”, analisa.

Hoje o trabalho de Suhellen proporciona muito além disso. No seu perfil de Instagram, a diarista capta clientes, mantém engajamento, conhece potenciais patroas e conhece a realidade de outras profissionais pelo Brasil.

Entre as histórias que recebe, algumas chocantes, como uma patroa que sequer servia água durante as oito horas de trabalho da diarista. Mas Suhellen logo se adianta em dizer que com ela esse tipo de coisa não tem vez.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s