10 formas simples para combater o estresse nos estudos

Sabe quando você recebe os resultados da correção das últimas provas após uma maratona de estudos?

Você estudou tanto e quando vê suas notas não acredita, não conseguiu acertar aquelas questões que considerava mais fáceis!

E os pensamentos ficam saltando na sua cabeça “não consigo memorizar o que estudo”, “tenho memória ruim”, “como vou passar no vestibular desse jeito”!

Você se sente pressionado a obter melhores resultados e sente até dor de cabeça por estudar demais.

Esses são sinais de esgotamento. O estresse nos estudos aparece geralmente antes ou durante a realização de testes. Os sintomas podem ser físicos e mentais e, geralmente, inibem sua capacidade de agir da melhor maneira possível e isso inclui seu desempenho nas provas, ENEM, vestibular e concursos públicos.

Para combater o estresse nos estudos, primeiro você precisa entender as razões por trás e identificar alguns sinais. Então você pode experimentar métodos recomendados por especialistas para reduzir as pressões que sente.

E se você é um estudante esperto fará uma pausa para ler e escolher uma maneira que o ajudará a superar o estresse nos estudos. Confira!

Entenda o que é estresse

estresse_nos_estudos-excesso_taticas_de_estudo_quando_o_estudo_nao_rende_como_memorizar_os_estudos_nao_consigo_memorizar_o_que_estudo_dor_de_cabeça_por_estudar-demais_como_decorar_os-assuntos_da_prova

O estresse é a reação do corpo a um desafio. E se você chegou até este texto cansado irá considerar que todo o estresse é ruim, mas esta reação pode ser boa em algumas situações. Por exemplo, a emoção e ansiedade antes de uma festa é um tipo de “estresse positivo”.

De acordo com o médico Dr. Drauzio Vallera, o estresse produz uma reação fisiológica em seu corpo, te deixando em estado de alerta, processo chamado de “combate ou fuga”.

Na prática nosso corpo está preparado para fugir do estressor ou ficar por perto e lutar, é uma defesa natural do organismo. Por exemplo, num acidente, seu corpo irá reagir para escapar da situação.

O problema está quando você é exposto a muitas situações desafiadoras e estímulos estressores por um longo período; isso pode levar você a sofrer de estresse crônico.

A médica psiquiatra do Hospital das Clinicas da USP, Alexandrina Meleiro, expressou bem os efeitos do estresse crônico: “O estresse age como os cupins que vão roendo a madeira até sobrar só uma capa externa de verniz.”.

O fato é que quando não reduzido ou administrado o estresse nos estudos pode se tornar crônico e irá afetar sua saúde.

Veja alguns sintomas abaixo e se você perceber que está com estresse crônico procure ajuda de um profissional especializado.

Estresse nos estudos e seus efeitos

Existem 4 tipos principais de sintomas de estresse: físico, emocional, cognitivo e comportamental. Confira alguns dos tipos de sinais que podem indicar que você está com estresse nos estudos!

Sinais que seu corpo está estressado

Fica doente com mais frequência do que o normal, dores de cabeça, náusea, dificuldade para dormir, azia ou indigestão, cansaço extremo.

Sentimentos e emoções a “flor da pele”

Sem paciência, mais tristeza e aquela sensação de depressão, inquietação, quer ficar isolado.

Desempenho nos estudos

Não consegue se concentrar, não consegue memorizar o que estuda, lê um texto e se esquece do que leu logo depois, têm problemas em lembrar coisas, como tarefas de casa ou prazos de provas.

Sinais de estresse percebidos no seu comportamento

Passa a comer mais ou deixa de comer, começa roer as unhas, às vezes está mais acelerado e agitado e às vezes está mais lento, costumava ser todo organizado e agora se atrasa pra tudo, fica irritado facilmente com as pessoas, resmunga até com seus melhores amigos, sempre de mau humor.

10 formas para reduzir o estresse nos estudos

Atitudes de gerenciar ou reduzir o estresse nos estudos incluem:

1. Aprenda técnicas de estudo

Uma das causas do estresse nos estudos é o medo de você não ter estudado o suficiente. Ao utilizar técnicas para melhorar seu desempenho, você pode reduzir esse medo.

Procure seu professor ou tutor da sala para ajudar a explicar conceitos, utilize cartões para estudar e memorizar, enfim, invista em técnicas e táticas de estudo para aprender com mais eficiência, isso pode fazer toda a diferença.

2. Faça simulados para provas

Você passará por maior estresse nos dias de provas e exames. Para minimizar os efeitos da ansiedade prepare-se antes fazendo simulados das provas, não apenas resolvendo as questões de concurso e provas antigas sobre os conteúdos das disciplinas.

Simule também o ambiente de prova, use apenas os materiais permitidos e utilize um cronometro para praticar as condições do exame.

Esta tática de estudo irá te ajudar a se familiarizar com condições de teste e reduzir seu estresse no dia da prova.

3. Cuide de sua alimentação

Isso significa prestar atenção a sua dieta, comer bem e corretamente. Por exemplo, muita cafeína pode aumentar os sintomas físicos do estresse nos estudos.

É um erro comum dos estudantes quando estão cansados, ou após uma noite mal dormida, recorrerem a “litros de café” e isso só piora o quadro de ansiedade.

Consulte uma nutricionista para saber quais são os melhores alimentos que podem dar mais disposição, ser bons para memória e concentração.

4. Durma o suficiente

Se você está ansioso por causa de uma prova talvez perca o sono, ou fique estudando até tarde e durma menos que o recomendado para sua idade (7 a 8 horas para a maioria das pessoas).

Os médicos são claros quanto a isso, se você não dormir o suficiente irá prejudicar sua memória e as habilidades de raciocínio, isso irá prejudicar seu desempenho nos estudos e tornarão seus dias na sala de aula muito mais difíceis.

5. Aprenda sobre gerenciamento de tempo

Se você esta preocupado com provas e exames não precisa adicionar ainda mais estresse com atrasos e menos tempo para fazer o teste como resultado de um bloqueio no trânsito ou de uma alteração de local do concurso.

Previna essas situações para ter tempo suficiente nos dias de provas importantes como vestibulares e concursos públicos.

No colégio muito se ensina sobre matemática e português, mas pouco se fala sobre como gerenciar melhor o tempo para ser mais produtivo nos estudos e na vida.

Se você quer ser uma pessoa bem sucedida aprenda técnicas de gerenciamento de tempo; faça um cronograma de estudos com quadro de horários para aprender sobre as disciplinas, invista em táticas de estudo para ser mais produtivo.

Isso irá reduzir e muito sua ansiedade já que impacta diretamente nas suas horas de sono, nos intervalos para refeições, descolamentos para compromissos e tempo para relaxar.

6. Encontre formas de relaxar

Há várias técnicas que podem reduzir o estresse nos estudos. O que te acalma mais? Respirar fundo? Meditação? Música clássica? Assistir um desenho animado? Assistir um filme de comédia? Qualquer técnica de relaxamento que você escolher pode ajudar a reduzir os sintomas de estresse nos estudos.

7. Faça alguma atividade física

Para prevenir quadros de estresse crônico ou para reduzir ansiedade, os especialistas recomendam a prática de atividade física com regularidade.

O sedentarismo é considerado uma das causas de distúrbios de estresse e podem levar a outras doenças. O exercício físico pode liberar a tensão, aumentar a oxigenação e os níveis de hormônios do bem estar.

E quanto menos tensão você sentir quando estiver diante de uma prova, melhor será seu desempenho.

8. Tenha uma válvula de escape

Tenha uma válvula de escape. Na prática sua “válvula para liberar a pressão” pode ser uma atividade social, como sair com amigos ou praticar esportes e atividades físicas, encontrar um hobby ou participar de um clube de lazer.

9. Previna o estresse das dívidas

Muitos estudantes universitários precisam morar longe dos pais, e esta mudança por si só já é estressante. Outros fatores são o estresse de lidar com o dinheiro e o orçamento, dívidas com mensalidades atrasadas da faculdade ou no cartão de crédito, suspensão de bolsas de estudos.

Antes que fique sobrecarregado de tanta preocupação com o dinheiro procure investir em sua educação financeira para ter informações e conselhos sobre como gerenciar melhor seu orçamento e se preparar para faculdade ou morar sozinho.

10. Converse sobre o estresse nos estudos

Converse com alguém. Às vezes, falar sobre o que te deixa preocupado ou ter alguém ouvindo seus problemas pode reduzir muito o estresse nos estudos.

Além do ombro amigo de uma pessoa querida e próxima, você pode ter apoio por meio de um orientador profissional, ajuda de psicólogos ou psiquiatras para tratar das causas de ansiedade e estresse crônico. Pessoas que podem fornecer serviços para você cuidar da saúde mental e emocional.

Qual dessas dicas para reduzir o estresse nos estudos você vai colocar em prática?

Bons estudos!

Fonte: Canal do Ensino

Por: Maria Angélica

 

Anúncios

Como manter a concentração estudando pelo computador?

Uma das principais reclamações das pessoas que tentam estudar pelo computador é que depois de um determinado tempo, é praticamente impossível terconcentração nos estudos.

A partir do momento que a concentração acaba, a pessoa se distrai em jogos online, redes sociais ou vídeos, mas completamente inúteis e que não agregam nada para o conhecimento.

Entretanto, pode ter certeza de que se isso acontece com você, não significa que você tem algum tipo de déficit de atenção.

Na verdade, isso acontece com todo mundo, por mais que tentemos nos focar por um tempo um pouco mais longo, sempre há um momento que nos distraímos, assim a concentração nos estudos vai embora, mas por que será que isso acontece? Confira!

Como explicar a falta de concentração nos estudos?

estudando_pelo_computador

A primeira coisa que você precisa entender é o significado de concentração. A concentração é a capacidade que o nosso cérebro tem de captar uma determinada informação, analisar o seu grau de importância, armazenar o que ele considera útil, e o que ele acredita que não tem utilidade para a nossa vida, ele simplesmente descarta.

Quer um exemplo? Agora mesmo, enquanto você lê esse post, o seu cérebro está executando todas as ações que foram ditas anteriormente.

Se você está lendo com atenção, focado, sem que os fatos exteriores interfiram na sua concentração, o seu cérebro vai entender que está fazendo algo importante, e vai armazenar essa informação.

A explicação para isso é bem simples, quando estamos concentrados nos estudos, a área ativada do nosso cérebro é o córtex frontal.

Mas se você se distrai, por exemplo, com um grito de medo de uma cena do filme que está passando, o córtex frontal é desativado pra se ativar o córtex parietal, que é o responsável pela resposta de surpresa ou susto.

Outro fator explicado pela neurociência que justifica a falta de concentração nos estudos é a redução dos níveis de noradrenalina, que é um hormônio liberado pelo nosso cérebro e que atua na memória e no processo de aprendizagem.

Nesse caso, se seus níveis de noradrenalina estão baixos, você começa a sentir sono durante os estudos. Por outro lado, quando os níveis de noradrenalina estão altos, a pessoa fica mais concentrada durante os estudos.

Quais os fatores que mais interferem na concentração nos estudos?

Todos sabemos que existem inúmeros fatores que podem interferir na concentração nos estudos, esses fatores podem ser externos e você não pode controlá-los.

Por exemplo, um vizinho ouvindo música no volume máximo, ou fatores que estão sob seu controle, cabendo a você dar mais ou menos importância a isso do que a seus estudos. Quer um exemplo? Ficar em redes sociais a maior parte do tempo.

Veja outros exemplos que podem interferir na concentração nos estudos!

Sono durante os estudos

O sono é um fator que interfere e muitos nos estudos, pois além de tirar a concentração, ele ainda interfere na memória e no processo de aprendizagem.

Uma noite mal dormida é sinônimo de problemas durante os estudos, por isso, o recomendado é que se tire um cochilo de trinta minutos, e depois volte aos estudos, dessa maneira, sua capacidade de concentração nos estudos voltará com toda força.

Má alimentação

Uma boa alimentação não é boa apenas para manter o corpo em forma e saudável. Uma boa alimentação também é fundamental para nutrir o nosso cérebro.

Se você se alimentar de forma inadequada, ingerindo alimentos ricos em açúcares, por exemplo, provoca sérias alterações no seu cérebro, isso porque, o principal alimento para o sistema nervoso é o açúcar, que em excesso causa sintomas adversos.

Ao ingerir alimentos ricos em açúcares, você tende a ficar mais irritado, hiperativo e a concentração cai drasticamente. Então para garantir sua concentração nos estudos, coma alimentos como salmão, abacate e mirtilo.

Sentimentos negativos

Quando estamos com emoções negativas em nossa mente, elas tendem a nos deixar mais irritados, tensos, ansiosos e desmotivados, a concentração nos estudos é afetada. Além disso, os sentimentos negativos também atrapalham no processo de aprendizagem e na memória.

Essa falta de atenção se dá por que estamos tão focados em alimentar o sentimento de raiva ou nervosismo, por exemplo, que esquecemos completamente o que estamos fazendo naquele momento.

Por isso, por mais difícil que seja, não deixe que problemas externos prejudiquem a sua concentração nos estudos.

Distração durante os estudos

Essa, sem sombra de dúvidas, é a principal razão para a queda na concentração durante os estudos. No mundo em que vivemos hoje, o que mais vemos, são coisas que nos tiram a atenção com facilidade, um bom exemplo, o WhatsApp.

Quem nunca parou o que estava fazendo para ver uma mensagem que chegou, mas era só uma mensagem de bom dia em algum grupo?

Outra distração que atrapalha a concentração nos estudos é assistir televisão ou ouvir música ao mesmo tempo em que estuda.

Dicas para melhorar a concentração nos estudos

Apesar da lista com os motivos para perder a concentração nos estudos ser extensa, existem formas de driblas esses fatores, para assim se dar super bem em seus estudos. Veja agora algumas dicas para manter a concentração estudando pelo computador.

Utilize o método Pomodoro

Estudar usando esse método é bem simples, basta você tirar alguns minutos para descansar durante os estudos. Acredita-se que essa pausa faz com que nosso cérebro descanse, permitindo que os processos de memorização e aprendizagem sejam mais efetivos.

Para usar esse método, não se deve usar tempos de estudo e descanso aleatoriamente, na verdade, existem estudos que comprovam que para cada 25 minutos de estudo, você tire 5 minutos de descanso, mas atenção!

Essa pausa não é para usar o celular, é para levantar, beber um pouco de água, ir ao banheiro, ou seja, nada de manter o contato com seu computador ou celular.

Se fizer isso:

1 – Sua mente vai se cansar rapidamente e você não vai ter a concentração necessária quando voltar aos estudos.

2 – Você pode se distrair navegando na rede e esquecer do tempo de descanso, dos estudos.

Você pode baixar em seu celular gratuitamente o aplicativo Pomodoro.

Seja realista em suas metas

Não adianta você falar que vai ler um livro de literatura em 8 horas, se você sabe que o seu corpo pode não aguentar esse tempo de dedicação à apenas uma atividade. Respeite o limite do seu organismo, do contrário, não vai obter os resultados esperados.

Imponha metas para você mesmo, por exemplo, hoje vou estudar geografia e história, amanhã vou estudar inglês e espanhol, e assim por diante. O importante é não sobrecarregar sua mente, se insistir nisso, seu cérebro ficará cansado e o aproveitamento será zero.

Estude em um ambiente tranquilo e silencioso

Nada de estudar na sala com a televisão passando sua série favorita, ou em seu quarto com a música no volume máximo. Sente-se em um lugar destinado para estudos.

O importante é você ter privacidade e silêncio para se concentrar nos estudos.

Mantenha seu lugar de estudo sempre limpo e organizado, coloque sobre a mesa apenas os materiais que vai usar para o estudo do dia. Nada de colocar objetos que possam te distrair, como por exemplo, o celular.

Música versus estudos

Você gosta muito de ouvir música durante os estudos? A única exceção que deve ser aberta para música durante os estudos, são aquelas destinadas à auxiliar na concentração.

No YouTube e no Spotify você vai encontrar algumas listas de músicas para concentração. Pode ter certeza que isso vai te ajudar a aumentar a concentração nos estudos.

Descanse na hora de descansar

Nas horas livres, que tiver disponível para descansar, faça isso, repouse. Se você tira uma hora por dia para descansar, mas fica jogando no computador, você não está deixando o seu cérebro relaxar, assim, quando você voltar aos estudos, estará com a mente cansada, sem condições de se concentrar.

Use a estratégia da recompensa

Essa estratégia funciona da seguinte maneira: você define uma meta de atividades que vai estudar durante a semana, se conseguir cumprir, no final de semana se recompense.

Pode ser um cinema, balada com os amigos, enfim, coisas que você gosta muito de fazer. Essa é uma forma de automotivação, pois você vai se beneficiar caso consiga cumprir a sua programação de estudos.

O que você achou dessas dicas para estudar pelo computador sem perder a concentração?

Bons estudos!

Fonte: Canal do Ensino

Por: 

9 dicas simples de como estudar com eficiência

Você está se preparando para concurso ou exames importantes e está com dificuldades para estudar? Não se preocupe, estamos aqui para ajudar mais uma vez. Nesse artigo você encontrará 9 dicas simples de como estudar com eficiência. Aproveite!

9 dicas simples de como estudar com eficiência

como_estudar_com_eficiencia_

Em sua vida de estudante provavelmente encontrou  várias técnicas e métodos para auxiliar sua concentração nos estudos e formas de obter os melhores resultados. São tantas possibilidades, que muitas vezes acaba se perdendo e no final não consegue realizar o que foi proposto.

Por esse motivo, procuramos ajudá-lo: pesquisamos diversas técnicas, dos mais conceituados especialistas e resumimos aqui em 9, acreditando que sejam realmente eficientes para passar em qualquer prova ou concurso, seja estudando sozinho ou em grupo.

1-Dica para concurso: Estude as regras e as exceções os conceitos e as classificações 

Essa dica foi dada por Gerson Aragão, fundador do Método de Aprovação, para concursos. Gerson experiente em concursos, passou em vários, hoje assume o posto de Defensor Público.

A intenção de quem estuda para concursos é superar os concorrentes, que estudam tudo, estão sempre a 1 passo da aprovação, precisa assim de um diferencial onde possa ganhar tempo e ser mais eficiente na hora da prova.

Aprendendo as regras dentro de cada disciplina e suas exceções o estudante ganha tempo ao resolver as questões da prova. Da mesma forma acontece quando se estuda os conceitos e suas classificações. Eles poderão estar embutidos nas questões e o candidato atento saberá definir.

As dicas de Gerson estão no algo mais que o estudante pode fazer para se sobressair nos estudos. Então em relação a isso, ele também sugere que se faça uma análise prévia sobre o concurso e, antes de estudar, marcar o no conteúdo o que é importante segundo essa análise.

Outra coisa importante segundo ele é acrescentar informações extras relevantes nos resumos de estudo. Dessa forma estará ganhando tempo, focando no que realmente interessa no conteúdo para prova.

2-Estudos fracionados

Estudar muitas horas ininterruptamente já foi comprovado por vários especialistas que não é eficiente. Se você tem disponível para estudar o dia todo, ótimo! Mas não fique todo o tempo estudando. Em determinado momento seu cérebro para de assimilar e seu estudo será em vão.

O ideal é que fracione, em blocos de mais ou menos 30 minutos, intercalando com outras atividades para descansar o cérebro. Tente não estudar só uma matéria também, mesmo que seu conteúdo seja extenso.

Estude um pouco de uma disciplina, dê o intervalo e, se sentir que há necessidade, continue. Pode até voltar nela no final do expediente se for preciso, mas evite. Já ouviu falar do método Pomodoro? É uma ótima técnica para utilizar e dividir seu tempo. Vale a pena utilizar.

3- Ambiente de estudo 

Uma maneira de tornar eficiente seus estudos é antes de mais nada, cuidar do seu ambiente de estudo. Se possível vá até uma biblioteca onde tenha uma ambiente adequado a quem queira ficar sem ser incomodado. Nos intervalos dê uma volta, vá tomar um suco, tire um cochilo. Depois volte a se concentrar. Esse é o ambiente ideal para quem precisa estudar muito.

Porém, se não há possibilidade de acessar uma biblioteca, se estuda em casa, escolha o melhor local onde possa ficar sem ser incomodado. Dê preferência a um ambiente com porta, com luminosidade suficiente para não forçar suas vistas, com pouca ou nenhuma influência externa.

Procure ficar em um ambiente com cadeira e mesa. Evite, tanto os lugares aconchegantes demais – a não ser que você consiga se policiar e não cair na tentação de dormir- quanto os lugares desconfortáveis: se atente à postura em relação ao computador e à cadeira. São atitudes como essas que auxiliam em sua concentração para atingir seus objetivos de estudo.

4 – Rotina

Estabeleça uma rotina diária pra estudos. Tire um dia na semana pra descansar totalmente, os outros 6 dias estude. Faça um cronograma de estudos baseado em sua análise prévia do concurso. Tenha uma agenda onde possa separar todo o seu tempo.

Seja honesto consigo mesmo: não adianta separar horas do seu dia para estudar e não cumprir. A partir do momento que reservar esse tempo se obrigue a isso. Caso não consiga, adapte sua agenda, mas siga uma rotina certa. Dessa maneira conseguirá com o passar do tempo ter uma noção certa de quanto consegue cumprir o conteúdo.

Reveja sua agenda sempre que houver necessidade de mudar a rotina, como nas férias por exemplo. Não adianta ter um cronograma engessado e não conseguir seguir. Isso gera frustração e vontade de desistir. Previna isso revendo sua agenda quando preciso sem esquecer de manter sua rotina de estudos. Seja organizado para conseguir manter a rotina.

5- Prepare sua mente e seu corpo

Estudar pode ser uma ação que requer muito mais esforços do que se imagina, principalmente se você vem estudando a muito tempo para um concurso e não consegue passar. Ou para quem tem o dia muito atarefado com trabalho ou educação dos filhos e só tem algumas horas do dia para isso.

Mesmo pra quem tem todo o tempo disponível para se dedicar aos estudos mas tem dificuldade para se concentrar pode ser tarefa muito difícil. São casos e situações diversas que em algum momento poderá atingi-lo. Por isso é bom ter algum tipo de preparação para esse momento.

  • Durma bem– não precisa ser muitas horas, desde que seja profundamente
  • Se alimente bem – evite alimentos pesados, frituras, bebida alcoólica – prefira alimentos saudáveis, nutritivos.
  • Faça exercícios físicos: pelo menos uma caminhada vigorosa por dia.
  • Tire um tempo para descansar de estudos. Um dia na semana já é suficiente.

6- Ensine outra pessoa

Professor Piccini, especialista em aprendizagem e desenvolvimento pessoal em sua página Para Estudar e Aprender dá essa dica. Segundo ele, essa atitude ajuda a clarear a mente, a organizar o conteúdo para ensinar, a melhorar sua compreensão.

Para ensinar alguém você precisará de preparar-se antes, precisará entender e escolher a melhor maneira para ensinar. Como sugestão ele indica que se dê mini aulas para um grupo de colegas. Isso lhe ajudará a fixar o conteúdo.

Além dessa dica, Piccini reforça a necessidade de saber qual é o seu melhor horário de estudo, para que se torne mais eficiente esse momento individual ou em grupo. Caso não seja possível, desenvolva o hábito para acostumar com a rotina de estudos noturnos, será sempre necessário.

7- Pratique

Todos os métodos de estudo abrangem esse tópico: praticar, fazendo as questõesreferentes ao material que esteja esteja estudando. A melhor forma é resolvendo provas antigas do certame. Existem páginas na internet que fornecem questões ou simulados para serem feitos online.

Provas poderão ser baixadas da internet, tem ainda aplicativos, softwares e apostilas  que disponibilizam esse material que é de fundamental importância para garantir a efetividade do seu aprendizado.

8- Afaste-se de distrações

Você já deve ter percebido o que te distrai nesse mundo conectado, mas não custa nada reforçar pois realmente é um fator que atrapalha muito em sua missão de estudar com eficiência: afaste-se de televisão, celulares e redes sociais. Deixe para usar quando não estiver no seu horário de estudo.

Hoje em dia existem grupos de estudos em redes sociais, porém não se boicote: no momento de estudo desligue o celular, ou deixe no silencioso, fique offline. Reserve em sua agenda a hora de mexer nas redes sociais e cumpra esse horário. Não deixe que isso atrapalhe seus objetivos. Seja rígido nesse ponto.

A internet poderá ser bem utilizada para seus estudos: nos canais do Youtube, que disponibilizam vídeo aulas gratuitas, em plataformas de estudo, cursos online. Precisa ser bem disciplinado pra não deixar-se distrair por algum outro assunto e assim furar seu compromisso de estudo. Por isso, tenha horário reservado para isso na agenda. E cumpra!

9-Não seguir técnicas de estudo!

Não se espante! Vamos explicar: William Douglas, autor do best-seller Como passar em provas e concursos dá essa dica. O que ele disse foi que existem inúmeras técnicas de estudos, porém elas não funcionam da mesma maneira para todos. Mesmo a técnica mais eficiente, em algum momento poderá não funcionar com você.

Personalize a sua técnica de estudo: veja o quê funciona com você e adote para sua vida. Adapte conforme sua realidade. Preste atenção ao que dá certo e mude o que não dá. Talvez precise de unir duas ou três técnicas para definir o seu método eficiente de estudo.

Mas é bom saber que, segundo ele, algumas dicas funcionam para todos:motivação, otimização do tempo, organização, dedicação, treino, revisões periódicas, estudar em ambiente tranquilo -dicas que foram listadas acima.

Tudo isso vai acontecer conforme o tempo for passando. Não adianta correr. Também não adianta estudar várias horas do dia se não for com qualidade. Conforme ele mesmo disse: “a direção correta é mais importante que a velocidade”.

Leia também:

Quais informações estão no edital de concurso

Bons estudos.

Sites Vão te Deixar Mais Inteligente

Olá,
A internet permite que qualquer coisa que aconteça no mundo seja transmitido em tempo real. Seja por meio das redes sociais, sites ou blogs. Mas nem tudo o que circula é verdade e o que você anda lendo pode, ao contrário do que você gostaria, te deixar mais desinformado do que informado.

Separamos 13 sites que prometem conteúdo com veracidade e podem te deixar mais inteligente!

Estes sites vão te deixar mais inteligente

TED
Todo em inglês, o portal oferece vídeo e matérias sobre diversos interesses. Desde palestras sobre assuntos científicos, até temas políticos, sociais e de saúde. O site costuma convidar nomes de peso.
Um espaço para falar de filosofia e psicanálise. Como teorias importantíssimas da psicologia se aplicam no indivíduo nos dias de hoje? E o desafio humano de lidar com os sentimentos e angústias dos tempos atuais são abordados no Café Filosófico.
Wikiversidade 
Tem disponível cursos em vários formatos, como videoaulas, e trabalhos acadêmicos para pesquisa escolar. Funciona com pesquisa por tema.
Domínio Público
Disponibiliza relevantes publicações literárias em formatos multimídias com o objetivo de disseminar conhecimento. A maioria dos textos e vídeos já são de domínio público. O site funciona todo com mecanismo de busca.
Voltado para a área de inovação, o portal oferece conteúdo sobre computação e áreas de exatas. São videoaulas, que formam cursos com certificados. A vantagem é que todo o material é dividido por nível básico, intermediário e avançado.
Coursera
Oferece cursos online em parceria com centenas de instituições no mundo. Cursos rápidos, longos, com temas de marketing, negócios, idiomas, saúdes, entre outros. Alguns são gratuitos.

Lumosity
Que tal melhorar a capacidade cognitiva por meio de jogos? O Lumosity é um projeto criado por neurocientistas com ações que estimulem e desenvolvam o cérebro.

Academic Earth

Mais de 16 áreas para se especializar com cursos totalmente gratuitos, em formato de videoaula. Basta se cadastrar e acessar o que for do seu interesse.
A plataforma tem mais de 10 mil cursos à disposição em parceria com universidades renomadas.
Um espaço para alunos, pais e professores esclarecerem dúvidas durante o período escolar. Boa fonte para pesquisas de trabalho.
Os internautas podem postar dúvidas sobre assuntos diversos e interagir com especialistas. Você cria seu próprio perfil e seleciona as áreas que quer esclarecer.
The World Factbook
A Cia disponibiliza documentos histórico, curiosos e informativos de diversos países.
GeographyIQ
Fornece informações sobre os países que podem ser úteis para turistas e interessados em conhecer culturas.
Até logo!

Governo Americano oferece curso online de inglês 100% grátis

Olá, leitor!

Se você tivesse uma entrevista de emprego hoje, mas de surpresa o entrevistador já começasse a entrevista em inglês, você estaria preparado? Caso não estivesse, certamente, você já teria perdido a oportunidade de trabalho, não é mesmo?

Mas isso não aconteceria apenas com você, pois infelizmente, ainda é baixo o número de brasileiros com proficiência na língua inglesa. Esse que é um dos requisitos mais básicos na hora de procurar um bom emprego, ainda é esquecido pelos brasileiros.

Mas e se você tivesse a oportunidade de começar a mudar isso ainda hoje, o que você faria? Esperamos que aproveite a oportunidade que se aproxima, pois essa pode ser uma porta de entrada até mesmo para outros países.

Saiba que o Governo Americano oferece curso online de inglês 100% grátis. Agora você tem a chance de aprender com um conteúdo desenvolvido especialmente para formar pessoas de diferentes naturalidades. Confira mais informações a seguir!

Aprenda com um conteúdo criado por nativos

curso_online_de_ingles_100

No Brasil encontramos centenas e centenas de instituições de ensino que prometem te ensinar o inglês perfeito. Como um atrativo, a maioria dessas mesmas escolas oferecem algum tipo de contato com um nativo, ou pelo um material parecido.

Mas com essa oportunidade exposta aqui para você, esse material é todo criado por nativos, afinal, essa é uma iniciativa do Governo Americano em parceria com uma escola especializada no aprendizado de estrangeiros.

Portanto, não poderia ser uma oportunidade melhor para você adquirir conhecimento de fontes que realmente entendem das necessidades primárias na hora de aprender.

Seu nível de inglês é básico? Esta é a chance que faltava para melhorar esse nível e elevar seu domínio da língua. Ainda não teve contato com o inglês, mas sabe da importância de ter ele ao seu lado? Conte com essa oportunidade para dar os primeiros passos.

Indiferente seu nível de aprendizado é sempre importante contar mais suporte especializado e experiência na hora de procurar um posicionamento no mercado. Conheça um pouco sobre quem oferece esse curso de inglês.

Conheça os envolvidos por trás dessa iniciativa

Essa é uma iniciativa incentivada pelo Governo Americano, por meio de uma instituição de ensino da língua inglesa, especializada no aprendizado de estrangeiros. Estamos falando da “USA Learns”, que conta com materiais ricos e completos.

USA Learns é um website gratuito focado no aprendizado de adultos, por meio de níveis para iniciantes e intermediários. A escola prioriza pontos importantes no aprendizado, como:

  • Desenvolvimento da fala;
  • Desenvolvimento da audição para a linguagem;
  • Aumento do vocabulário;
  • Melhoria na pronúncia;
  • Aperfeiçoamento da leitura;
  • Desenvolvimento da escrita;
  • Introdução à gramática.

Por meio de videoaulas intuitivas e completas o estudante entra em contato com mais de 1.000 atividades diferentes. A partir dessas informações você consegue determinar a excelente oportunidade à sua frente.

USA Learns atua no mercado desde 2008 e de lá para cá, mais de 10 milhões de adultos já passaram pela escola virtual, para engrandecerem seus conhecimentos e aumentarem suas oportunidades no mercado de trabalho.

Sempre com o objetivo de ensinar o inglês americano, ou seja, da mesma forma que ele é falado nos Estados Unidos, a instituição lançou um novo curso que pode realmente te surpreender.

Com um novo direcionamento a USA Learns visa oferecer além do aprendizado da língua inglesa, a oportunidade para você adquirir os conhecimentos para se preparar para conseguir sua cidadania americana, confira mais a seguir!

Torne-se um cidadão americano ainda hoje

O conteúdo oferecido de forma inteiramente gratuita pela USA Lears, além de ensinar como o inglês é realmente falado, ainda te prepara para o teste de cidadania americana.

Afinal de contas, esse teste envolve muitas exigências e uma delas é precisamente saber falar bem o inglês nativo. Sendo assim, por que então não aproveitar essa oportunidade para adquirir conhecimento que realmente vai trazer benefícios para você e sua carreira?

Com um direcionamento específico, ou seja, te preparar para realizar a aplicação ao N-400, que é o processo necessário para oficializar sua naturalização. Portanto, esse material passa pelos pontos principais acerca desse teste.

Está interessado, não é mesmo? Então não perca mais tempo e aprenda agora como você pode aproveitar esse conteúdo de imediato!

Como você pode aproveitar essa oportunidade?

Vale ressaltar que o site da USA Learns é americano, portanto está todo em inglês. Com um pequeno conhecimento básico você já é capaz de começar pelo curso inicial básico, avançar pelo intermediário e logo em seguida, para o curso de cidadania americana.

Para aproveitar as aulas é bastante simples, você precisa apenas realizar um breve cadastro no site da USA Learns. Será pedido seu e-mail, nome e para criar uma senha, depois disso é só curtir o conteúdo.

Em resumo, essa é uma oportunidade válida para você empenhar seus esforços, a fim de que esteja mais preparado para os desafios que o mercado certamente irá apresentar.

Ainda de quebra você aprende como dar os primeiros passos para quem sabe, uma cidadania americana. Faça dessa grande oportunidade, sua passagem para um mundo de novas possibilidades.

Conheça também como os Poliglotas fazem para aprender um novo idioma 70% mais rápido.

Até mais!

Como saber a profissão certa que você deve seguir

Olá,

Como saber a profissão certa quando existem inúmeras possibilidades de carreira? Saiba que você não está sozinho nessa. A maioria dos estudantes sofre com essa dúvida que pode ser um divisor de água na carreira futura.

O último ano do ensino médio pode trazer muitas indagações para os estudantes, e não poderia ser diferente, afinal, o futuro profissional depende da escolha certa, que na maioria das vezes não é uma tarefa fácil.

Ainda há um longo caminho de estudos pela frente, o estudante terá gastos com cursos e especializações que serão focadas na profissão escolhida. Imagine se o estudante escolher algo que não se identifica e se arrepender depois? Haverá gastos excessivos e investimentos inválidos, sem contar a perda de tempo.

Mas como saber a profissão certa? Será que há um passo a passo a seguir? Quais as melhores dicas? Neste artigo, você encontrará todas as respostas que procura. Acompanhe a leitura!

como_saber_a_profissao_certa

Quando as datas das inscrições para vestibulares estão próximas é o momento de já estar decidido sobre qual profissão seguir. Enquanto algumas pessoas já crescem sabendo o que pretendem fazer após os estudos, outras têm mais dificuldades em se identificar com alguma área.

O primeiro momento para descobrir qual profissão seguir é o de conhecimento pessoal. Você já se perguntou quais são seus interesses e quais são seus objetivos profissionais? Onde você quer chegar? Qual cargo pretende ter no futuro?

Tudo isso será base para você criar seu mapa profissional, seu plano de carreira e tentar descobrir quais são suas vocações. E quando falamos em vocações, falamos em ter as aptidões e habilidades necessárias para seguir tal profissão.

Não adianta pensar em seguir a carreira de psicologia, por exemplo, se você não tem paciência para ouvir outras pessoas. Consegue perceber como seu perfil influencia diretamente na escolha certa?

Existem várias formas de saber qual profissão é a ideal para você, mas a partir do momento em que você coloca tudo no papel e traça seus objetivos, fica mais fácil identificar como saber a profissão certa.

Perfil Vs profissão

Outra questão comum que aparece quando os estudantes estão prestes a realizar um vestibular é se identificar com várias áreas. Se isso acontece com você, é preciso conhecer de maneira aprofundada seu perfil e relacionar com as possibilidades de carreira.

importância de ter o perfil ideal para uma profissão vai além de gostar do que faz. Seu perfil irá determinar se você leva jeito para desempenhar as atribuições que a profissão demanda.

A razão para isso é simples. Quando uma pessoa tem habilidades e aptidões certas para determinada profissão, ela possui mais confiança e autoestima para dar o seu melhor. Consequentemente terá mais sucesso na carreira com potencial de crescimento sempre.

Então saber qual é o seu perfil significa ser bem-sucedido no futuro. As atividades demandadas por uma profissão ocupam boa parte de nossas vidas. Imagine só passar tanto tempo assim exercendo uma função que você não gosta e não leva jeito?

Aí você deve estar se perguntando: Por que eu escolheria uma área que não gosto? As tendências de profissões são extremamente atrativas para os estudantes que pretendem ingressar com sucesso no mercado de trabalho.

Exatamente por isso é que algumas áreas podem mascarar suas principais dificuldades. Isso quer dizer que o estudante pode ficar tão entusiasmado com uma profissão que permite crescimento, que acha que conseguirá se desenvolver ao longo do tempo, mesmo não tendo o perfil que a área pede.

Você já pode adivinhar que esse estudante não terá um bom desempenho na função, pois não terá habilidades suficientes para exercer as principais funções. Isso resulta em desmotivação, onde ele acaba não gostando mais da profissão que escolheu.

Como identificar o seu perfil profissional?

Um dos meios mais simples de reconhecer o seu perfil profissional é o autoconhecimento. Liste quais são suas habilidades: você é bom em matemática? Você prefere escrever do que falar em público? Você tem facilidade em liderar pessoas? Você gosta da habilidade de criação? Você é um bom observador? Você gosta de estar sempre aprendendo?

Por meio dessas respostas, você além de traçar o seu perfil, poderá se identificar melhor com as empresas que deseja trabalhar.

Liste suas atitudes para traçar seu perfil profissional

As atitudes são reflexos das nossas habilidades, gostos e preferências. Isso significa que dependendo da sua atitude para exercer certa tarefa, você terá sucesso ou não futuramente.

A forma com que você lida com as suas obrigações influenciará no seu crescimento profissional e pessoal.

Você consegue cumprir prazos? Qual é sua atitude para fazer com que isso aconteça? Você consegue alcançar todo objetivo em que se propõe? Qual a sua atitude pra fazer com que eles se realizem?

Nessa etapa é interessante que você avalie tanto suas atitudes no meio profissional quanto no pessoal. Atitudes que você tem quando à sua família, amigos e tarefas cotidianas também fazem parte dessa análise.

Conheça o cenário das profissões e empresas

O próximo passo para conhecer seu perfil profissional é conhecer quais são as empresas que podem ser oportunidades para você. Nessa etapa, você irá relacionar todas as suas habilidades, gostos, preferências e atitudes com o que a empresa representa.

Liste primeiramente aquelas profissões e empresas que você já conhece e ter certa afinidade. Contudo, pesquise também empresas e profissões que ainda não conhece para ampliar o leque de opções.

Depois que listar todas essas escolhas, anote ao lado de cada profissão as habilidades e aptidões que você possui para exercer melhor as funções. A partir disso, você já pode começar a pesquisar por cursos e especializações necessárias para cada área.

Viu só como traçar o perfil ideal é uma das primeiras coisas que você deverá fazer se busca como saber a profissão certa? Além disso, há informações importantes que você precisa saber antes de escolher a sua profissão.

5 Coisas que você precisa saber antes de escolher sua profissão

1 – Cuidado com as opiniões

Geralmente quem tem dúvidas sobre qual profissão seguir, começa a fazer uma breve pesquisa com opiniões de amigos ou familiares. Porém, essa é uma prática perigosa que pode colocar em jogo seu futuro profissional.

As influências de pessoas, por mais que sejam próximas a nós, não são compatíveis com o que realmente temos afinidade. Por mais que essa decisão seja difícil, você é a melhor pessoa para saber o que é ideal ou não para sua carreira.

2 – Salário ideal

Por mais que essa questão seja fundamental para se escolher uma profissão, talvez não seja o ideal se apegar a esse quesito. Isso porque, você não terá o risco de se entusiasmar demais e escolher a profissão por causa do salário.

Um bom exemplo é a carreira de medicina. Por mais que tenha um dos melhores salários, se a pessoa não tiver habilidades e aptidões necessárias não será bem-sucedido. O salário deverá ser uma consequência e não o ponto de partida para escolher a profissão certa para você. Lembre-se disso!

3 – Oportunidades de mercado

Não deixe de descartar as possibilidades e tendências de mercado, mas não coloque isso como ponto fundamental para basear suas escolhas. É a mesma história da questão salarial.

Contudo, mesmo que sua escolha esteja em crise no mercado ou você encontre muita competitividade, não deixe que isso abale sua decisão. No mercado, sempre há lugar para profissionais capacitados e de qualidade.

4 – Observe as vantagens e desvantagens de cada opção

Outra coisa que você precisa levar em conta é os benefícios e dificuldades que cada profissão traz. Exatamente por isso é que um estudo aprofundado sobre todas as opções é válido para determinar a escolha certa.

Talvez sua aptidão não sobreponha uma certa dificuldade que a profissão demanda, aí você não conseguirá focar em crescimento por causa da desmotivação que isso pode gerar. São detalhes que fazem toda a diferença para o seu desenvolvimento profissional.

5 – Faça um teste vocacional

Por fim, na maioria das vezes o autoconhecimento e as pesquisas sobre profissões podem não ajudar. O último recurso que você pode ter para descobrir qual é a profissão ideal para você é fazendo um teste vocacional.

O teste vocacional consiste em reunir todas as suas aptidões, habilidades e atitudes por meio de perguntas interativas. É basicamente uma avaliação que você pode fazer online e, na maioria das vezes, gratuitamente.

Temos um artigo completo aqui que fala sobre os 20 melhores testes vocacionais para te ajudar a escolher sua profissão. Dá uma olhadinha depois!

Quando se trata da escolha profissional, a reflexão sobre tudo isso que falamos aqui é de extrema importância. Como você pôde perceber não é somente um teste vocacional que irá definir seu futuro profissional. Mais do que isso, você é o principal responsável por tornar seu sonho uma realidade bem-sucedida.

Esperamos ter te ajudado na dúvida sobre como saber a profissão certa. Se atente a essas dicas e encontrará a profissão ideal para você!

Até breve!

Como estudar com barulho e de forma eficiente

Olá, leitor!

Quem me conhece sabe que  eu odeio barulho, também sabe que estudar faz parte da minha rotina, se esse também é o seu caso, provavelmente você deve ter ouvido falar que para conseguir ter um estudo de qualidade o silêncio em um local tranquilo é ideal. Porém, nem sempre essa é a realidade de muitos estudantes que precisam enfrentar a sua rotina de estudo em meio ao barulho, princialmente nós que moramos na periferia.

Por isso, este texto é voltado para estudantes que buscam maneiras de melhorar o seu estudo em ambientes barulhentos. Afinal, nem sempre é possível fugir e estudar no silêncio de uma biblioteca, mas algumas dicas podem ajudar nos ajudar neste processo. Apesar que eu uso outros métodos, mas isso não vem ao caso agora. Sendo assim, vamos as dicas.

Estudar com barulho!

Como_estudar_com_barulho_estudar_rotina_de_estudos_

Sem dúvida alguma, um ambiente barulhento, seja por pessoas conversando, televisão ligada, ou um lugar movimentado, é um problema quando buscamos concentração. E por mais que algumas pessoas afirmem que gostam de barulho, especialistas já disseram que para conseguir aprender, de fato, estudando um lugar tranquilo é recomendado.

Neste caso algumas pessoas acabam optando por colocar músicas para ajudar na concentração. Para muitos pode até ajudar, só que quando, por exemplo, colocamos as músicas que mais gostamos podemos acabar nos distraindo.

Neste sentido, pode-se sim escutar música, mas recomenda-se música com baralho de chuva, mais clássica. Vamos falar a respeito no próximo tópico.

Dicas para estudar sozinho com eficiência

Estudar em grupo pode ser uma boa opção, porém estudar sozinho é muito importante para tornar o estudo mais eficiente. Para quem estuda sozinho é interessante definir um local de estudo e não vale a cama e nem o sofá da sala.

Estudar em casa pode ser viável. Afinal, o conforto da sua casa e os horários flexíveis tornam o processo mais fácil, mas é preciso criar alguns hábitos para tirar o melhor proveito dessa modalidade de ensino.

Mas há vilões quando o assunto é estudar com baralho. Primeiro pode ocorrer as leituras desatentas, perda de foco e falta de paciência. Isso compromete todo o processo de estudo. Você tem aquela sensação de que estudou, só que na verdade não estudou. Ou seja, não conseguiu absorver o que leu.

Neste sentido, algumas dicas para estudar com eficiência são importantes. Conheça quais!

Tenha um local para estudar: é interessante que o local seja arejado e iluminado para estudar. Um ambiente adequado ajuda a evitar preguiça e distrações. Estude com o seu material na mesa, e não jogado na cama.

Rotina de estudos para estudar: depois que você já tem um local para estudar, comece a criar a sua rotina de estudos. Quando você pode estudar? Desta forma, estabeleça os horários em que você irá estudar em cada um dos dias da semana e encare isto como um compromisso.

Evite distrações: não adianta você ter um lugar perfeito para estudar se você não consegue se desligar do celular, por exemplo. Mesmo a internet sendo excelente ferramenta para os estudos, ela pode ser uma grande vilã da perda de concentração.

Uma dica é desligar as notificações dos aplicativos ou coloque o aparelho no modo silencioso. Estabeleça certo horário para responder mensagens e fazer ligações.

Fone de ouvido para estudar?

Estudar com fone de ouvido é muito particular de cada pessoa. Há aqueles que simplesmente não conseguem estudar escutando música, mas recomendamos escutar alguns destes sons que podem ajudar na hora do estudo.

Som de chuva: quando chove você não tem aquela sensação de que fica melhor para estudar? Especialistas afirmam que o som da chuva faz você entrar em um estado de concentração bem mais rapidamente, sem mesmo se dar conta disso.

E se você quer uma dica de onde estudar com barulho de chuva, pode colocar vídeos no YouTube, ou ainda escutar pelo site gratuito RainyMood.

Som de cafeteria: há quem simplesmente ame uma cafeteria. E para algumas pessoas a cafeteria é um lugar perfeito. Tem aquele burburinho do som de pessoas falando baixinho, o que torna o estudo mais instigante.

E se combinado com um café em casa mesmo, fica perfeito. Por isso, indicamos o site Coffitivity. É só clicar e você ouve o som de movimento criativo de uma cafeteria.

Músicas clássicas: para ajudar na concentração dos estudos, indica-se o som de músicas clássicas. Há algumas opções de vídeo no YouTube.

Não consigo estudar com barulho

Nem sempre é possível criar uma rotina produtiva de estudos. Por isso, a dica é ir adaptando aquilo que funciona pra você e não ir contra. Vamos a algumas opções:

Estudar em bibliotecas: a biblioteca pode ser eleita como o melhor lugar para se estudar quando se fala de lugar tranquilo e estudo com eficiência. As bibliotecas existem em praticamente qualquer lugar, sejam públicas ou de faculdades, e estão abertas de segunda a sexta de manhã até a noite. O melhor é que sua utilização é gratuita e o silêncio e tranquilidade para estudar são garantidos.

Estudar com fone ou com protetores auriculares: se você mora com mais pessoas ou lugares mais barulhentos, a dica é estudar com fone de ouvido ou colocar os protetores auriculares. Ai cabe a você escolher qual a melhor opção e o que dá certo a você.

De madrugada: essa é uma opção para estudantes que preferem um lugar mais silencioso: a madrugada!  Essa solução é bastante radical e não é muito recomendável, mas se não tiver outro jeito, é melhor do que não estudar. Inclusive, muitos estudantes acreditam que na madrugada conseguem se concentrar mais e estudar. Não custa tentar, não é mesmo?

Estudar: uma tarefa árdua

Para algumas pessoas estudar é uma tarefa árdua. Ainda mais quando o conteúdo não é tão fácil de absorver, e só de ouvir o nome da matéria já dá um frio na espinha. E se há barulho, tudo fica mais complicado. E as distrações podem ser tão maléficas quanto o barulho.

Foi o que concluiu um estudo que depois de distraído repentinamente, é mais difícil voltar para o estado de concentração. Por isso, o foco é muito importante. Com a quantidade enorme de assuntos para estudar, fica muito fácil se perder em meio a pensamentos ansiosos. A dica é realizar uma atividade de cada vez.

Listamos agora dicas para ajudar você ainda mais na concentração. Assim, diversas técnicas comprovadas por estudos e pesquisas ajudam a treinar o cérebro para manter o foco por mais tempo.

  • Fazer pausas periódicas: elas são fundamentais para o sucesso dos estudos. Até mesmo um estudo realizado na Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, concluiu que ambientes naturais, como parques e praças, possuem alto poder de redução da fadiga. A dica é dar uma caminhada, fazer um café. Só não vale perder tempo olhando as redes sociais.
  • Manter o ambiente organizado: fica até difícil se concentrar e estudar em locais bagunçados. E não somente isso, cuidado com os barulhos da televisão, de músicas ou mesmo de seus familiares e amigos conversando. Essas coisas atraem sua atenção, desviando seu foco e impedindo-o de se dedicar ao que realmente precisa.
  • Praticar meditação: esqueça aquela rotina cheia de compromissos e que você não separa um momento para a sua saúde física e mental. Segundo um artigo publicado na revista científica PNAS (Proceedings of the National Academy of Sciences of the United States of America) afirma que treinar a meditação por 20 minutos diários, durante cinco dias, é o suficiente para melhorar o rendimento em testes de atenção. Além disso, a prática também ajuda a reduzir a ansiedade e a fadiga. E isso com certeza é recomendado para estudantes que procuram adquirir uma rotina de estudos eficiente.

 Afinal, dá pra estudar com barulho?

Neste texto você conseguiu ver algumas das dicas para quem quer fugir do barulho. Mas há pessoas que afirmam que gostam de barulho. Isso é muito pessoal. Se pra você as rotinas de estudo tem sido eficientes ao meio do barulho, não tem problema. O que importa é você estar compreendendo a matéria.

E para aqueles que não gostam do barulho trouxemos algumas alternativas que não são difíceis de serem colocadas em prática. Há outras formas de driblar o barulho:

  • Use Headset ou algum tipo de fone que abafe ruídos;
  • Protetores auditivos também podem ajudar;
  • Feche a porta do cômodo onde está e coloque músicas de meditação em volume baixo;
  • Negocie um “horário de silêncio” com sua família.

Cada um precisa compreender o que funciona. Não existe uma fórmula pronta ou mágica de estudo.

O fato é que há quem se disperse por qualquer ruído e há aquelas pessoas que podem estar no meio da batucada e nada lhes afeta. Para pessoas que não conseguem estudar com qualquer barulho, o mais indicado é optar por locais mais silenciosos como bibliotecas, mas não ficar insistindo em estudar com barulho. Se você não consegue, vai apenas estar estudando sem conseguir absorver de fato a leitura.

Até mais!

Como fazer uma revisão para concurso de qualidade

Olá!

Não há dúvida de que os níveis de estresse e preocupação dos concurseiros só aumentam com o passar do tempo.

É um desafio lidar com os prazos dos editais, a pressão para que os estudantes tenham um bom desempenho, organizar vários materiais, seguir todas as dicas dos professores de cursinho.

À medida que o tempo passa e a data do exame se aproxima, os estudantes buscam as estratégias de revisão para concurso. Mas será que acumular tanto conteúdo para revisar para um mês antes ou fazer simulados de provas regularmente é eficiente?

Para te ajudar, aproveitei este roteiro com dicas simples e eficientes para você fazer uma revisão com qualidade. Confira!

Porque é tão importante fazer revisão para concurso?

revisao_para_concurso_publico_taticas_de_estudo-tecnicas_quando_o_estudo_nao_rende_como_memorizar_os_estudos_como-decorar_os_assuntos_da_prova_

Curva do Esquecimento de Ebbinghaus

De acordo com o psicólogo Hermann Ebbinghaus, o nível em que retemos informações e nos lembramos do que aprendemos depende de dois fatores:

  • A força ou capacidade da sua memória;
  • A quantidade de tempo que passou desde o aprendizado;

Suas pesquisas demonstraram que sua capacidade de memorização determinará se você reterá metade das informações por 3 semanas ou mais. Dependendo do que você estudou e da forma como aprendeu, você pode esquecer quase tudo depois de mês, cerca de 90%!

Você pode querer desistir de estudar para concursos públicos, afinal, por que irá estudar mais se irá se esquecer de tudo depois de 1 mês?

A boa notícia é que existe solução. Há outros fatores principais que afetam nosso nível de aprendizagem e nossa memória de longo prazo, a repetição e qualidade da informação para memorização, ou seja, quão significativa é a informação para você.

Por isso a revisão para concurso é tão importante! Entenda que quanto mais repetirmos algo, mais provável é que se guarde esse conteúdo na memória.

A pesquisa do Hermann mostrou que a revisão em intervalos regulares aumenta a memorização dos conteúdos e que, com o tempo, é necessária uma revisão menos frequente.

Outro aspecto importante e que poucos estudantes consideram é sobre a qualidade e relevância da informação. Os estudos do Ebbinghaus relacionaram que a memorização é maior se o conteúdo é importante para você, e se você pode conectá-lo com muitas coisas que você já conhece, sua retenção de memória será muito alta.

Então, baseado nessa pesquisa, como você pode melhorar seu desempenho em provas ou ser aprovado em concursos públicos?

Leia a seguir as dicas valiosas para que você faça revisões com qualidade para vencer os efeitos da Curva do Esquecimento.

Como fazer uma revisão para concurso público?

O que você quer é reter a maior quantidade de informações possíveis, certo? Quem deseja prestar um exame para concurso público precisa ler e estudar uma quantidade enorme de materiais e isso pode ser bem exaustivo, já que há muito conteúdo e geralmente pouco tempo para estudar tantas disciplinas.

Guarde isso: Revisão para concurso não é ler todo o conteúdo novamente. Esse é o pulo do gato! O segredo dos concurseiros profissionais!

Para conseguir atingir resultados excelentes nas provas, os concurseiros bem sucedidos aprendem a aliar as melhores técnicas de estudos, para relacionar o que aprendeu e traçar conexões, e então fazer as revisões cíclicas, relembrando o conteúdo em intervalos cada vez mais espaçados, para memorizar os conteúdos e seu nível de aprendizagem.

E como eles fazem isso? Experimente unir as melhores técnicas de estudo para fazer revisões com qualidade:

  • Técnica de aprendizagem espaçada;
  • Mapas mentais;
  • Sínteses e resumos breves;
  • Gravações de áudio;
  • Simulados de provas de concursos.

O melhor roteiro para estudar e fazer revisão para concurso

Organize suas apostilas, escolha um bom livro para o concurso público, dê preferência para os que possuem exercícios para praticar e muitas questões. Será melhor ainda se conseguir obter aquelas revistas ou encartes com um “resumão” contendo esquemas, fórmulas, diagramas.

Elabore um quadro de horários e reserve os blocos de tempo para estudar com foco total. Em cada 1 hora de estudos sobre um tema você irá reservar, por exemplo:

1º bloco (25 minutos) – leitura focada da teoria utilizando o livro didático para concurso. Durante a leitura, grife fórmulas, faça um resumo e mapas mentais, faça perguntas e anotações em cartões de revisão. Organize esse material que será utilizado para revisões.

Descanso de 5 minutos – aproveite para tomar um pouco de água.

2º bloco (20 minutos) – reler a matéria por meio do resumo e esquemas, aproveite para ler em voz alta e gravar arquivos de áudios.

Descanso de 5 minutos – aproveite para fazer um alongamento.

3º bloco (25 minutos) – resolva questões e faça exercícios para fixar o que aprendeu.

No dia seguinte, você irá revisar o que estudou. Baseado nas pesquisas da Curva do Esquecimento de Ebbinghaus, após um dia você poderá se esquecer até 50% do que estudou. Por isso a revisão de 24 horas é tão importante.

Na prática, você poderá utilizar as táticas de estudo que adotou na sua sessão anterior, por exemplo, para 1 hora de revisão para concurso:

1º bloco (15 minutos) – Pegue a apostila ou livro didático e faça os exercícios sobre a matéria que estudou no dia anterior.

Descanso de 5 minutos – aproveite para tomar um pouco de água e coloque os áudios que gravou para ouvir.

2º bloco (10 minutos) – Pegue o material para revisões (resumo, mapas mentais, esquemas). Releia esse material para revisar e memorizar os conteúdos para concurso.

Descanso de 5 minutos – aproveite para fazer um alongamento.

3º bloco (25 minutos) – resolva questões de concurso público anteriores. Preferencialmente estude com questões comentadas.

Agende esse mesmo tópico para revisar após uma semana. Na revisão semanal siga a mesma tática de estudo, revise utilizando os mapas mentais, resumo e áudios que fez, e faça muitas questões para concursos públicos.

Continue lendo no próximo tópico para ver como organizar essas revisões de uma forma simples e eficiente.

Outras oportunidades:

Como organizar as datas das revisões?

Na prática você precisa organizar seu tempo utilizando um cronograma de estudos para concursos ou quadro de horários, você pode adotar uma agenda de papel, uma agenda no computador, uma planilha no Excel, aplicativos, enfim, algo que te ajude a visualizar “o que estudar”, “quando estudar” e “quando revisar”.

O que estudar para ser aprovado num concurso público? Siga o edital para pegar todo o conteúdo programático de cada tópico. Pesquise questões de concurso público preferencialmente da mesma banca organizadora e utilize estas questões para praticar e também nas sessões de revisão para concurso, durante as sessões semanais e sessões de revisão diária.

Com o tempo, à medida que seguir a ordem do edital, você terá estudado toda a teoria e irá acumular muito conteúdo para revisar. Será uma loucura tentar revisar toda essa matéria às vésperas do exame.

Porém, se você adotar esta tática de estudo você irá revisar cada tópico aos poucos e irá fixar com as questões de concurso.

Você irá precisar organizar um esquema para concluir o ciclo de revisões (24 horas e 7 dias), para ilustrar quando estiver estudando um tópico de Língua Portuguesa:

  • 1º Dia – Sessão focada de estudos – Português Apostila para Concurso paginas 20 a 45;
  • 2º Dia – Sessão de revisão – Português Apostila para Concurso paginas 20 a 45;
  • 7º Dia – Sessão de revisão – Português Apostila para Concurso paginas 20 a 45;
  • Depois desse ciclo completo – Revisões apenas com questões e exercícios relacionados ao tópico de Português p. 20 a 45.

Experimente um aplicativo para te ajudar a organizar as datas e programar as revisões para concursos públicos. Um desses aplicativos é o PartiuRevisão. O App é gratuito e te auxilia no agendamento de revisões para reforçar os conteúdos dos editais de concursos públicos, OAB, vestibulares / ENEM e provas em geral.

Segundo os desenvolvedores, o App PartiuRevisão é baseado nos estudos sobre a “Curva do Esquecimento”, do psicólogo Hermann Ebbinghaus.

O que achou desta tática de estudos para revisão para concursos? Vale a pena conhecer, mas vale mais a pena ainda colocar em prática!

Experimente e adapte as ideias que compartilhamos para aliar as melhores técnicas de estudo para garantir sua aprovação nos concursos públicos.

Boa sorte!

Como aproveitar o tempo no transporte para estudar

Se tem uma coisa que eu sei é aproveitar o tempo para ler e estudar, sei também que a vida de estudante não é uma tarefa fácil. Especialmente para quem estuda, trabalha  e tem  pouco tempo para fazer diversas tarefas. Todos nós sabemos a quantidade de  trabalhos e leituras obrigatórias que precisam estar em dia para um bom aproveitamento estudantil.

O pior é que a grande maioria das pessoas teria muito mais tempo se não tivessem que se deslocar distâncias tão grandes até o trabalho, por exemplo. As horas gastas no transporte entre trabalho, escola e casa poderiam estar sendo muito melhor aproveitadas.

Você já pensou em utilizar esse tempo para estudar, para ler? Muitas pessoas, só de imaginar segurar livros enormes enquanto estão de pé no ônibus já desistem da ideia. No entanto, existem alguns métodos de estudo que são simples e eficientes, a tecnologia está nos ajudando nesse sentido! Existem muitas formas de aproveitar esse tempo ocioso para estudar, sem ficar desconfortável.

Quer saber como? Veja estas dicas para aproveitar o tempo no transporte para ler e estudar. Confira também técnicas para aumentar sua concentração e evitar que as constante interrupções durante o transporte te impeçam de concluir seus estudos.

Aplicativos

aproveitar_o_tempo_transporte_publico

Você sabia que existem muitos aplicativos destinados a ajudar estudantes? Hoje, você já pode fazer exercícios, assistir aulas e ler apostilas diretamente no seu celular. Boa parte desses aplicativos também oferecem opções offline, para garantir que você tenha conteúdo para revisar a todos os momentos.

Como são normalmente interativos e bastante segmentados, os aplicativos são a opção ideal para aqueles que precisam aproveitar o tempo do transporte. Seus exercícios podem durar horas – ou apenas alguns minutos.

Veja uma lista de aplicativos para estudar que você não pode perder:

  • Duolingo – para idiomas
  • Semper – idiomas e conhecimentos gerais
  • Geek Games Enem – possui simulados em forma de jogos
  • Wattpad – aplicativo para leitura de livros virtuais
  • Reader – aplicativo que lê arquivos em pdf, mobi e epub.
  • Física Interativa – ótima opção para quem precisa estudar física, do básico ao avançado.
  • Imaginie – aplicativo para corrigir e aprimorar suas técnicas de redação
  • AppProva – contém simulados voltados para se preparar para o Enem
  • Cola Matemática – app com explicações e exercícios que ajudam a aprender matemática
  • Cousera – conta com diversos cursos completos
  • QConcursos – traz questões e simulados para concursos públicos
  • iQuestões – voltado para estudantes de direito, conta com preparatório para a OAB.
  • Catfish Músculos e Esqueleto – um atlas de anatomia completo para estudantes da área de saúde
  • Khan Academy – conta com cursos compreensíveis em diversas áreas.
  • Ortografa! – um aplicativo voltado para o estudo do Português.

E esses são apenas alguns exemplos, com aplicativos mais populares e bem avaliados. Explorando um pouco, certamente você encontrará um aplicativo que te ajuda na matéria que você precisa!

Documentos digitais

Ler um livro ou apostila significa não mais precisar levar objetos de grande volume e peso na bolsa para todos os lugares. Através da digitalização dos documentos, você pode ler seu material de estudo em qualquer lugar, inclusive no celular. Eu gosto de livros, mas não dispenso estas novas tecnologias.

Também existem outras formas de encontrar e produzir documentos digitais que você pode estudar no caminho para o trabalho ou faculdade, veja este sites que oferecem material gratuito:

Sites que vendem versões digitais de livros, como:

Digitalizando seus livros e apostilas através de aplicativos, como:

  • CamScanner
  • AdobeScan
  • Wondershare

Quer mais dicas de onde conseguir livros e outros materiais? Leia também esse post: Sebo virtual: 6 melhores que você deve conhecer.

Videoaulas

Para aqueles que preferem conteúdo mais interativo, existem também diversas plataformas de vídeo aulas e ensino à distância que podem ser acessadas em plataformas mobile.

Além disso, se você possui acesso à internet durante seu tempo de transporte, pode também contar com uma grande variedade de canais do YouTube que ensinam sobre, literalmente, todos os assuntos. O YouTube Go, app pago do site, também permite que vídeos sejam salvos para visualização offline.

Além dessa opção, muitos dos aplicativos que sugerimos nos tópicos anteriores disponibilizam opções de videoaulas offline. É o caso também do Descomplica e do Udemy. Só não esqueça dos seus fones de ouvido, para garantir que você não está perdendo nenhum detalhe com a bagunça do trânsito.

Podcasts e Audiobooks

Muitas pessoas não estudam no transporte devido a problemas de enjoo por movimento. Quem sofre com labirintite e outros problemas do equilíbrio normalmente experimenta sintomas mais fortes quando estão lendo ou prestando atenção na tela do celular em um veículo em movimento.

Mas isso não é motivo para desistir de aproveitar esse tempo ocioso! Existem ótimas opções de podcasts educativos e audiobooks que você pode utilizar. Além disso, se você está estudando um novo idioma, pode incorporar músicas nativas na sua playlist ou até mesmo ouvir uma rádio estrangeira.

Confira algumas dicas para começar:

Podcasts:

  • Anticast –  filosofia, literatura, cultura e comportamento.
  • Caixa de histórias – literatura e interpretação.
  • Escriba Café – história do mundo.
  • Ex Libris – literatura e o universo dos livros.
  • Fronteiras da Ciência – reúne acadêmicos, estudantes e profissionais para falar sobre ciência.
  • História Online – segue o formato de aulas para ouvir.
  • Naruhodo! – ciência, senso comum, curiosidades e desafios.
  • Nexo Podcast – educação, cultura e política, além dos principais fatos em foco no Brasil e no mundo.
  • Nova Escola – debates sobre o sistema educacional e o cenário da educação no Brasil.
  • TemaCast – desenvolve conteúdos sobre comportamento, história, biografias e cultura geral.
  • Xadrez Verbal – política internacional, filosofia e atualidades.

Rádios:

Audiobooks:

  • Ubook
  • Amazon
  • Free Classic Audio Books  – centenas de livros no formato mp3 ou m4b.
  • Projeto Gutenberg  – conta com obras em inglês, português e alemão.
  • Books Should Be Free – oferece audiobooks e livros digitalizados.
  • Librophile – também conta com obras em áudio e digitalizadas.
  • Lit2Go – uma coleção gratuita de obras em formato mp3.
  • LibriVox – obras literárias disponíveis em domínio público convertidas para formato de áudio.
  • LearnOutLoud.com – conta com mais de cinco mil obras, com arquivos em áudio e materiais em vídeo.
  • Podiobooks – oferece obras em inglês.
  • AudioCloset – acervo conta com obras diversos pensadores, em inglês.

Dicas para manter a concentração

Um dos maiores desafios de aproveitar o tempo no transporte para estudar é manter a concentração. Afinal, muitas vezes é preciso prestar atenção em que ponto descer, lidar com interações sociais curtas ou mesmo com muito, muito barulho.

Por isso, siga essas dicas para potencializar sua capacidade de atenção e concentração:

  • Se não estiver utilizando o fone de ouvido para estudar, use um protetor auricular. Eles podem ser comprados em lojas de equipamentos de proteção, e são muito confortáveis e eficientes em reduzir a poluição sonora.
  • Escolha assuntos que podem ser divididos em tópicos. Estudar no transporte significa sofrer interrupções constantes. Por isso, prefira os assuntos que não precisam de muito tempo para serem estudados e podem ser divididos entre tópicos menores.
  • Não desista! No começo, pode ser muito difícil manter o foco. Mas certamente, com a prática, ficará muito mais fácil se desligar das distrações e aproveitar melhor o conteúdo.
  • Alterne entre os métodos apresentados. Só a leitura de texto, ou só ouvir podcasts pode contribuir para que a atividade se torne automática, dificultando a memorização e atenção.

Conclusão

A rotina de todas as pessoas está cada vez mais corrida. Principalmente para quem estuda e trabalha, é difícil ter tempo para qualquer outra coisa. Perder horas e horas todos os dias durante o transporte de um lugar para o outro não é uma opção.

Graças à Deus, a tecnologia está muito acessível hoje em dia. Através de aplicativos, audiobooks e vídeos, você pode aproveitar esse tempo ocioso para colocar os estudos em dia. Dependendo do dispositivo móvel que você carrega (no caso de tablets, por exemplo) é possível até mesmo praticar a escrita ou fazer tarefas, dependendo do seu grau de conforto para digitar em plataformas mobile.

Mesmo pessoas que sentem mal estar quando se concentram em pequenas telas quando estão em veículos em movimento podem aproveitar as dicas desse artigo para estudar! Com podcasts e audiobooks, é possível aguçar os conhecimentos sem precisar nem mesmo ocupar as mãos.

Existem inúmeras opções para quem precisa aproveitar o tempo no transporte público para estudar! Certamente, você encontrará um aplicativo, livro ou podcast que atende às suas necessidades. Dê adeus aos livros pesados e desajeitados com essas opções incríveis!

Quer descobrir mais métodos para aproveitar ao máximo o seu tempo e estudar com muito mais eficiência? Leia também esses outros artigos que separamos para você:

E você, que métodos utiliza para aproveitar o tempo no transporte para estudar? Você já conhecia as dicas que apresentamos aqui? Conte-nos se você conhece outros bons aplicativos ou sites que fornecem material que pode ser facilmente usado durante o transporte nos comentários!

Bons estudos!

Fonte: Canal do Estudo

Como conseguir uma bolsa de estudo gratuita para idiomas

Olá,

Hoje em dia, estudar outros idiomas é mais do que fundamental. Tanto para o mercado de trabalho quanto para viagens, estudo e até mesmo lazer, saber outra língua se torna cada vez mais necessário.

No entanto, nem todas as pessoas podem pagar cursos de idiomas. A maioria deles apresentam elevado custo, especialmente se você está se aventurando em opções menos populares do que o inglês ou espanhol.

É claro, existe a opção de tentar aprender sozinho. No entanto, nem todas as pessoas conseguem se dar bem com os métodos autodidatas. Muitos precisam da estrutura e disciplina dos cursos tradicionais para conseguir avançar seus conhecimentos.

Se você não é uma dessas pessoas e quer dicas sobre como aprender um novo idioma sozinho, pode ler esse outro artigo no Canal do Ensino! Lá você encontra dicas incríveis para aumentar seu vocabulário, mesmo fora das escolas.

No entanto, se você precisa da estruturação de um curso, ou até mesmo quer uma certificação formal, esse post é para você. Aqui você encontra dicas para conseguir uma bolsa de estudo para idiomas e estudar sem acabar com o seu orçamento. Essa pode ser a oportunidade que você estava esperando para aprender uma nova língua!

Continue lendo e confira!

Os benefícios de aprender um novo idioma

bolsa_de_estudo_para_idiomas

Aprender um novo idioma tem muito mais vantagens do que aprimorar o seu currículo. É claro, esse pode ser um grande diferencial na sua carreira, mas existem outros benefícios para aqueles que gostam de estudar línguas, confira:

  • Crescimento e desenvolvimento de áreas importantes no cérebro;
  • Treinamento das habilidades de escuta;
  • Prevenção de doenças degenerativas como o Alzheimer;
  • Maior sensibilidade e capacidade de distinguir novas linguagens;
  • Fortalecimento da memória;
  • Melhoria na capacidade de raciocínio e habilidade de realizar várias tarefas ao mesmo tempo;
  • Aumento da capacidade de atenção e concentração;
  • Melhor desenvolvimento da sua língua nativa;
  • Sensibilização aos novos pontos de vista e culturas.

Com tantas vantagens e com a possibilidade de uma bolsa de estudos para idiomas, não há motivos para não começar a aprender hoje mesmo!

Como conseguir uma bolsa de estudo para idiomas?

Estudar um novo idioma não precisa sair caro. Existem inúmeras opções de bolsa de estudo para idiomas disponíveis, tanto por meio de programas do governo quanto pelas próprias escolas particulares.

Para conseguir a bolsa de estudos, você precisará seguir esses passos simples, acompanhe!

  1. Decidir qual idioma você pretende estudar;
  2. Encontrar uma instituição que ofereça o curso;
  3. Informar-se sobre programas de bolsa de estudo para idiomas disponíveis para aquela instituição (e outras possíveis opções);
  4. Verificar os editais e outras informações disponíveis para o processo de obtenção da bolsa;
  5. Verificar o tipo de bolsa de estudo para idiomas. Por exemplo, se ela é concedida por mérito ou necessidade. No segundo caso, verifique se você se enquadra nos pré-requisitos;
  6. Seguir as instruções de candidatura disponibilizadas pela instituição.

Programas de bolsa de estudo para idiomas do governo

Existem ações governamentais focadas em incentivar o estudo de novos idiomas. Um exemplo é o curso de inglês online e completamente gratuito disponibilizado para universitários e pós-graduandos pelo MEC, em parceria com o Capes. Você pode saber mais sobre o curso nesse outro artigo.

Como essa, existem muitas iniciativas parecidas. Portanto, ficar de olho nas notícias relacionadas ao MEC e ao Capes é sempre uma ótima ideia. Esse segundo possui um portal, o EDUCapes, que está sempre oferecendo materiais e cursos gratuitos.

Outra forma de se manter atualizado sobre as últimas oportunidades disponibilizadas pelo Ministério do Ensino é continuar acompanhando nosso blog. Aqui você sempre encontra dicas para conseguir uma bolsa de estudo para idiomas, ou até mesmo informações sobre cursos completamente gratuitos.

Cursos online gratuitos

Aprender diretamente em uma sala de aula tradicional não é sua única opção. O método de Ensino à Distância (EaD), vem ganhando cada vez mais popularidade, tanto pela sua conveniência tanto pela eficácia. Existem muitas plataformas que oferecem cursos onlines gratuitos tão bons quanto os tradicionais.

Se você se adapta bem a esse método, pode conhecer aqui alguns sites onde pode estudar de graça. Vale lembrar que é preciso maior disciplina e dedicação para estudar por conta própria.

Se estiver interessado, pode ler esse outro artigo no Canal do Ensino para encontrar dicas sobre como se organizar.

Sites de bolsas de estudo

Quando falamos de bolsa de estudo para idiomas ou de qualquer tipo de bolsa, existem alguns sites que você sempre deve verificar.

Eles reúnem informações sobre programas de bolsas em diversas instituições diferentes. Como as informações estão reunidas em apenas um lugar, escolher entre as suas opções pode se tornar muito mais fácil.

Nunca deixe de comparar os diferentes programas de bolsa de estudo para idiomas. Por exemplo, uma dica importantíssima é ficar de olho também nos requisitos para manter a bolsa. A maioria das instituições exigem uma média de notas e presença.

Confira alguns sites onde você pode encontrar informações sobre programas de bolsa de estudo para idiomas:

  • Quero bolsa: o site reúne oportunidades de bolsas de estudos de todos os tipos, incluindo para idiomas. Vale fazer uma busca e verificar quais são as suas opções.
  • Neora: o instituto oferece bolsas por meio de parcerias com diversas escolas particulares de idiomas. Não é necessário comprovar renda e todo o processo de inscrição pode ser realizado pela internet.
  • Educa mais Brasil: Também por meio de parcerias com diversas instituições de ensino, o site oferece oportunidades de bolsa de estudo para idiomas de acordo com a sua localidade.

Comece a buscar hoje mesmo! Esses sites oferecem bolsas de estudo para idiomas de até 80%. Certamente você encontrará uma opção que cabe no seu bolso!

Bolsas de estudo para idiomas diretamente nas escolas

Outra possibilidade é falar diretamente com a instituição escolhida para conhecer os programas de bolsa de estudo para idiomas. A maioria das escolas maiores possuem opções tanto para bolsas por necessidade quanto por mérito.

Se você precisar estudar para uma prova para conseguir sua bolsa de estudo para idiomas, não se desespere. Veja nesse post algumas dicas para estudar da maneira mais eficiente possível e tenha certeza, você consegue!

E atenção: sempre leia os editais com cuidado. Assim é possível se preparar melhor para a prova e garantir que você se enquadra nas exigências do programa de bolsas. Então, é só estudar!

Dicas para te ajudar nos seus estudos

Agora que você já sabe como conseguir sua bolsa de estudo para idiomas, precisa se dedicar! Muitos programas de bolsa exigem uma média mínima para que você continue a ter direito ao desconto. Além disso, certamente você quer aproveitar essa experiência ao máximo.

Por isso, selecionamos algumas dicas essenciais para potencializar o seu aprendizado em idiomas! Se quiser saber mais, leia também esse outro post!

  • Faça pausas nos seus estudos: dormir e se alimentar bem é essencial para a fixação do conteúdo;
  • Traga o novo idioma para o seu dia a dia: mude a linguagem de menus e assista filmes no idioma sendo aprendido;
  • Crie necessidade para o novo idioma: comece a se corresponder com um nativo, ou encontre jogos com instruções no novo idioma;
  • Desenvolva vocabulário: não fique focado apenas na gramática. É essencial treinar a pronúncia, escuta e uso de novas palavras;
  • Treine todos os dias: mesmo que o curso seja apenas uma ou duas vezes por semana, faça exercícios todos os dias para reforçar o aprendizado;
  • Aprenda também com a cultura: fazer uma imersão cultural pode ajudar muito a aprender um novo idioma, além de enriquecer sua vida e te apresentar novas perspectivas do mundo!
  • Não tenha medo de errar: desafie-se, tente resolver exercícios mais difíceis e arrisque-se a conversar com um nativo! Permanecer na zona de conforto vai tornar o aprendizado muito mais lento.

Conclusão

Falar mais de um idioma no atual mundo globalizado, já é mais do que fundamental. Seja para se destacar no mercado de trabalho, para potencializar seus estudos ou apenas para se divertir. Estudar novos idiomas garante inúmeros benefícios ao cérebro e ao seu dia a dia.

No entanto, muitas pessoas têm dificuldades para fazer cursos formais de idiomas. Os preços elevados desencorajam aqueles que precisam de uma certificação ou preferem a estrutura e disciplina de uma sala de aula tradicional.

Mas esse não precisa ser um motivo para impedir seu desenvolvimento! É possível conseguir sua bolsa de estudo para idiomas e dar sequência nos seus estudos sem estourar o orçamento.

Quer mais dicas de onde aprender idiomas de graça? Dê uma olhada nesses outros artigos do Canal do Ensino:

Existem iniciativas governamentais e privadas que visam o incentivo do estudo de idiomas no Brasil. Por meio delas, você pode alcançar seus objetivos e finalmente ser fluente em outra língua. O melhor é que estudar outros idiomas também aprimora suas habilidades no português: são duas vantagens em apenas um curso.

Procure já sua bolsa de estudo para idiomas e comece a aprender a língua que você sonha em falar! Não esqueça de contar nos comentários que idioma você gostaria de aprender! Se ficou com alguma dúvida, aproveite também para deixar sua pergunta!

Até logo!

Fonte: Canal do Ensino