Como lidar com o bloqueio criativo?

Jennyfer Gonçalves Psicóloga

Bloqueio Criativo é aquele momento de dificuldade que as pessoas se encontram em determinadas situações ao precisar de uma nova ideia ou inspiração. E todo mundo já passou ou vai passar por isso alguma vez na vida. Pode acontecer com qualquer um, principalmente para aqueles que trabalham diretamente com a criatividade.

Muitos acham que é uma bobeira e não passa de uma desculpa para não cumprir com algo, mas pessoas que investem na parte criativa sabem o quanto isso pode ser assustador, principalmente quando estamos fazendo algo importante pra gente.

O fato é que precisamos estar cientes que antes da tentar eliminar ou amenizar esse bloqueio, precisamos entender o porquê de sua existência. Assim, quando encontrado o motivo, podemos trabalhar com um foco especial em cima do problema, e até mesmo fazer com que ele não aconteça nunca mais. Obviamente, cada pessoa tem sua própria razão para o bloqueio. O…

Ver o post original 1.278 mais palavras

Anúncios

A maneira mais barata, confortável e segura de adquirir conhecimento

Sovando a massa cinzenta

Você tem R$50 sobrando? Não!? E R$20? Você sabia que pode adquirir todo o conhecimento da vida de uma pessoa, de sua carreira, de suas pesquisas acadêmicas, sucessos e fracassos por 20 reais e ainda no conforto da sua cama?

Ver o post original 1.277 mais palavras

“É mais fácil não carregar um fardo”

Sovando a massa cinzenta

O trecho que mostrarei a você hoje foi retirado de um livro bestseller internacional de um autor canadense. Neste livro, ele lista uma série de regras que você deve seguir para “prevenir o caos” da realidade atual: casamentos que acabam, filhos sem educação apropriada, amigos falsos e comparações com outras pessoas através de redes sociais. Falando sempre de disciplina, amizade, coragem e necessidade de pensamento verdadeiro. Fazendo ligação até entre nosso cérebro pré-histórico com a Bíblia.

Ver o post original 517 mais palavras

Como Iniciar a mudança alimentar Vegetariana + Receitas

Bárbara's Blog

Após vos ter trazido várias publicações onde vos explico o porquê de os produtos derivados animal não serem bons para o ser humano, hoje trago-vos finalmente algo que me pediram imenso: o meu processo e as minhas dicas para iniciarem esta mudança na vossa vida!

Antes de vos falar do meu processo quero desde já dizer-vos que não sou médica e que devem sim contactar um profissional da área para vos acompanhar nesta mudança.

Há uns longos meses comecei a questionar-me sobre este assunto “porquê que eu como animais mortos?”. Quando comecei a responder a todas estas questões que eu tinha na minha cabeça, senti-me tão hipócrita ao dizer que amo animais quando na verdade eu era muito seletiva nos que amava. Decidi então começar a pesquisar mais sobre este tema. E, de facto, acabei por descobrir que não é só o sofrimento animal que está em causa. É também

Ver o post original 1.549 mais palavras