Picasso, como nos conhecemos e como nos amamos…

Numa noite qualquer, cheguei em casa e, pam...não podia entrar; do outro lado da porta um falatório; minha mãe e meu irmão, cheios de mistérios pedindo para eu tomar cuidado ao abrir a porta da cozinha, já que tenho costume de entrar em casa por ela, não gosto de entrar pela sala. Fiquei “doida”, pois …

Continue lendo Picasso, como nos conhecemos e como nos amamos…