Eu e meus sonhos malucos…

Eu sou uma pessoa esquisita, sou doce para alguns e amarga para outros….amo a natureza e tenho uma ligação intensa com esta…tão intensa que já senti o coração acelerado de um bichinho que salvei de ser morto a pontapés por um troglodita (detalhe…o bichinho estava longe do meu contato, só conseguia vê-lo correndo desesperado) como disse, sou esquisita e no meio dessa minha esquisitice, tem os meus sonhos, sonhos mesmo…aquele que você tem em seu estado de sono….eu tenho muitos, principalmente quando começo a conversar com Jesus, ou se vou a igreja (já fui muito), ou se faço algum tipo de meditação…ou ainda, se jejuo…isso decididamente parei mesmo….pois quando faço jejum, consigo viver em dois mundo….não sei como…só sei que acontece….

Sou o tipo de pessoa esquisita que não pode freqüentar certos lugares, tipo: hospitais, presídios, cemitérios, necrotérios, centros espiritas e afins…se eu for a estes lugares eu me transformo instantaneamente….ouço vozes, vejo pessoas mortas e outras coisas….eu sou estranha, então evito estes lugares….e ultimamente estou evitando até ficar de conversa com o Todo Poderoso…senão os sonhos começam….mas a noite passada, eu esqueci e fiquei questionando Jesus pelos sofrimentos do mundo e sonhei…eis o sonho:

Sonhei que estava em uma repartição com muitas pessoas, era um lugar que as pessoas precisavam de ajuda, tipo onde eu trabalho…havia duas mulheres que estavam sempre comigo, o dia todo, acho que elas eram minhas colegas de trabalho…sei que uma era novata…

Ao termino do dia nos fomos assinar a folha de ponto e no corredor nos separamos, eu peguei um elevador sozinha…em dado momento o elevador se descontrolou (sempre acontece isso em meus sonhos, sempre estou em elevador descontrolado), enfim, o elevador estava sendo sugado, iria cair no poço, e senti que morreria….não fiquei com medo, mas chorava muito e comecei a pedir perdão a Jesus pelos meus pecados….me lembro que sentei no chão do elevador e chorei….

Em dado momento, eu já não estava mais nessa vida e me vi em lugar deserto (sem pessoas ou animais), era um monte, e eu estava no alto…me levantei, pois eu estava agachada…e contemplei aquele lugar imenso…era todo verde…uma floresta verde…. ainda posso vê-la quando fecho os olhos….

Não tinha nada, nem som algum…apenas a vegetação verde…. depois de alguns momentos de contemplação…avistei um caminho e um homem correndo, em sua perseguição algumas pessoas, estas pareciam más e queriam matar o homem, ele estava desesperado…era um homem alto e loiro, estava muito infeliz…

Não sei como fui transbordada entre o homem e as pessoas que o perseguiam, tentando impedir que o atacassem…eu dizia coisas e estendia as mãos para as pessoas raivosas, que ao mesmo tempo pareciam monstros horrendos…

Consegui livrar o homem, e ele me agradeceu e sumiu…. não sei dizer como….
Fiquei com os agressores e estes pareciam pessoas e ao mesmo tempo coisas…eles não pareciam mais querer me atacar…senti compaixão por eles…em dado momento, eles também sumiram…fiquei sozinha no caminho e ouvi uma voz que me disse volta e diga como é….e eu acordei….

Minha terapeuta pediu para eu anotar meus sonhos…então anotei e resolvi compartilhar com vocês…vai que tem mais gente esquisita…

 

Anúncios

Por que os sensitivos se sentem mal perto de algumas pessoas?

Eu sou assim e não sabia…e você também é sensitivos?

Os sensitivos são seres humanos que possuem sensibilidade emocional aumentada.

Esse conceito foi apontado pela psicóloga Dra. Elaine Aron em 1991, que apontou através de estudos que entre 15% e 20% da população mundial possui esse tipo de sensibilidade mais aflorada porque os seus cérebros processam informações sensoriais de forma diferente e por isso possuem habilidades e expressas de maneira mais intensas que os demais.

Os sensitivos – também chamados de empatas – são, portanto, mais sensíveis a emoções, comportamentos e energias de pessoas e lugares. A presença de algumas pessoas ou a entrada em lugares específicos podem fazer com que um empata se sinta mal. Entenda mais sobre isso.

A sensibilidade aflorada dos sensitivos e o que isso pode causar

Normalmente, quem é considerado um sensitivo considera isso como uma qualidade, uma habilidade positiva. São normalmente excelentes ouvintes, pessoas caridosas com muita clareza de pensamento, conhecidos por darem bons conselhos. Mas devido à sua sensibilidade emocional aumentada eles são muito influenciáveis pelo ambiente ou por pessoas, são capazes de detectar energias carregadas que estão impregnadas no lugar, detectam mais facilmente comportamentos falsos e não conseguem lidar com pessoas pretensiosas e/ou mentirosas.

Comportamentos e situações em que um sensitivo se sente mal

Todo mundo pode ser capaz de identificar sinais de falsidade no discurso humano, os empatas possuem maior facilidade devido à sua extrema sensibilidade. Lidar com alguém hipócrita ou falso pode ser tolerável para pessoas comuns, mesmo que eles saibam dessa característica da pessoa, para os sensitivos, isso é praticamente uma tortura, um desconforto intenso.

Sentem-se cansados, sentem que sua energia foi drenada, sentem-se frustrados, muitas vezes ficam com as mãos úmidas, com o coração disparado e o bocejo é uma reação muito frequente.

Veja algumas situações que fazem com que um sensitivo se sinta mal:

Falsos elogios – eles detectam logo a falsidade e mal conseguem disfarçar a sua decepção

Pessoas que aumentam suas vitórias para ganhar aprovação e reconhecimentos dos outros

Pessoas que renunciam à sua personalidade ou tentam ser aquilo que não são para se sentirem por cima. Falsas delicadezas com intenção de receber algo em troca

Pessoas que estimulam a inveja e o ressentimento. Quem age de forma dura e insensível para ocultar dos outros a própria dor ou sensibilidade.

Reações comuns dos sensitivos nestas situações

Muitas vezes os sensitivos nem conseguem explicar o porquê de estar se sentindo mal e o que está causando isso nele.

Leia mais: 11 Características Marcantes Nas Pessoas Altamente Sensíveis

Alguns deles conseguem identificar o foco, mas outros só conseguem pensar em se afastar do ambiente e das pessoas que ali estão, e normalmente ouvem: “O que aconteceu? O que ele(a) te fez de mal?” sem saber explicar exatamente o porquê. Ficam nervosos, tensos e têm dificuldades de formar frases com clareza, o que em situações normais eles têm muita facilidade. Se o sensitivo precisa estar em um ambiente ou perto de alguém que lhe faz mal, ao se afastar ele se sente enjoado, tonto, podendo inclusive ter ânsia de vômito. Ficam muito calados, sem querer continuar a conversa e muitas vezes, ao se afastar da pessoa ou do ambiente sentem um inexplicável sentimento de culpa.

COMO PARAR DE ABSORVER A ENERGIA NEGATIVA DE OUTRAS PESSOAS:

A empatia é a capacidade de reconhecer e sentir as emoções de outras pessoas. Simpatia sentir compaixão por outras pessoas. Muitas vezes para ser um “empata” significa que você estará absorvendo grande parte da dor e sofrimento em seu ambiente, o que pode sacrificar sua capacidade de se expandir a um nível mais elevado.

Se você convive frequentemente com uma pessoa negativa, você sabe o quão tóxica a sua energia pode ser. Aprender a não absorver as energias de outras pessoas é uma grande habilidade espiritual a se desenvolver. Aqui estão cinco maneiras de parar de absorver a energia negativa de outras pessoas.

1) Lembre-se, você não pode agradar a todos

Se alguém lhe assediar moralmente, reclamando sobre você, ou desrespeitar você, não faça de sua missão tentar convencer essa pessoa a gostar de você. Isso só vai sugar você ainda mais o seu campo de energia e vai fazer de você energeticamente dependente da opinião deles.

Nem todo mundo vai gostar de você. Todos estamos, aqui na terra, vivendo com um propósito diferente. Ao amar a si mesmo em primeiro lugar, você irá criar um campo de força em torno de outras pessoas que irá protegê-lo de ser tão esgotado por suas opiniões.

Também lembre-se: você não pode mudar ninguém. Não faça de sua missão tentar corrigi-los nesse momento também. Às vezes, a melhor coisa que você pode fazer é não tentar mudá-los, pois, agindo assim, você não vai alimentar a energia que eles estão projetando em você.

2) Tenha cuidado com quem você convida para a sua vida

Seu corpo, sua mente e o seu ambiente são o seu templo. Quem você está convidando para eles? É um convite aberto? Será que as pessoas ainda limpam os pés antes de caminhar ao redor deles, ou arrastam-lhe a lama de sua alma?

No Brasil existe uma gíria chamada folgado. O significado direto é “solto” ou “preguiçoso”, mas que realmente significa “freeloader”. Não é exato no Inglês equivalente pois é mais uma mentalidade do que um estilo de vida.

Se você dá a uma pessoa um pedaço de pão, um dia, eles vão pedir pão todos os dias. Se você deixar alguém ficar em sua casa para um fim de semana, então eles vão tentar ficar a semana toda (ou duas!).

Uma vez eu pensei que minha esposa estava ficando fria e com um espírito mesquinho para com alguns dos nossos vizinhos. Depois que eu percebi que ela estava apenas respeitando a si mesma e a sua casa! Eu valorizava sua postura e adotei o estilo como meu, a partir daí.

É ótimo ser generoso, mas há uma linha tênue a trabalhar  para que você você não seja  pisoteado, assim, optando por  ajudar aqueles que realmente precisam. Aprenda a dizer “não” é estar bem com isso.

3) parar de prestar atenção

Um parasita precisa de um hospedeiro para sobreviver. Quando você presta atenção em alguém, você está dando-lhe energia. Ou seja, se você se concentrar em vampiros de energia, eles vão entrar em sua mente e vão roubar seus pensamentos,  diminuindo drasticamente seus níveis de energia.

Algumas pessoas vão despejar sua energia em você e então dirigir para o próximo “pit stop“. Um ouvido amigo pode ser uma coisa maravilhosa, mas é, necessariamente, uma linha que precisa ser cuidado se se quiser manter a saúde de sua energia.

Talvez você encontrou-se como uma fonte de uma pessoa para retransmitir as suas frustrações no trabalho, um relacionamento ou mesmo realizações bem-sucedidas. Todas estas emoções podem drenar você de várias maneiras e fazer com que você comece a limitar a sua própria vida de maneiras não  produtivas.

Ame-se o suficiente para ajustá-los, dizer-lhes para parar, ou dizer-lhes que você não pode lidar com isso agora.Não economize em rejeitar sua energia tóxica.

4) Inspire natureza

Vá para a natureza meditar, relaxar e respirar. Purifique a água dentro de você, exercite e flutue fácil. Esteja como uma borboleta, flutue suavemente, mas mova-se rapidamente. A respiração aumenta a circulação do fluxo sanguíneo ao redor do corpo e ajudará a evitar que você  absorva a energia daqueles que o rodeiam. Caminhe com confiança, mantenha a cabeça erguida e não permita que ninguém faça você se sentir inferior. A lagarta come tudo em torno dela e se torna gorda, imóvel.

Deve-se primeiro tornar-se luz, a fim de voar.

5) Tome 100% de responsabilidade por seus pensamentos e emoções

Como você se sente é 100% sua própria responsabilidade.

O universo está enviando pessoas para a nossa vida para nos testar. A percepção que temos de nós mesmos é maior do que a percepção que os outros têm de nós. Você não é uma vítima, ninguém tem poder sobre você. Considere como seus pensamentos ou expectativas podem ter manifestado a situação que está incomodando você. E se a resposta estiver dentro de seu nível de paciência, irritabilidade ou compaixão? A menos que tomemos um tempo para nos observar, nós inconscientemente afirmamos nossa própria vitimização para o mundo que nos rodeia.

Uma vez que você se torna responsável pela maneira que você escolhe responder a algo, você se conecta com você mesmo a um nível mais profundo. Quando você está conectado a si mesmo a um nível mais profundo, você começa a não ser abatido nem projetado para fora de seu centro tão facilmente.

Coloque-se em situações que aumentam as suas próprias energias. Esta pessoa faz com que  você se senta bem? Você faz essa pessoa se sentir bem? Você é merecedor de uma experiência brilhante e é hora de percebe perceber isso!

Aprenda a proteger-se contra as energias de outras pessoas  e comece com o amor-próprio. Lembre-se de que é importante para você estar feliz e em paz. Esteja pronto  para dizer não.

Você é o autor de seu próprio estado energético.