A importância de ser mãe

Toda criança nasce geralmente feliz e saudável, é como um presente dado por Deus ou pelos menos deveria ser assim, ainda nesta linha de raciocínio, toda criança ou boa parte delas são ou deveriam ser amadas por seus pais, principalmente por sua genitora, sua vida depende disso; do afeto, da proteção e orientação de sua mãe….

66

Dou mais ênfase à mãe, porque geralmente é ela a que mais marca presença na vida de uma criança; a mãe é a presença mais importante na vida de um ser humano, pois é ela que por nove meses tem a ligação mais íntima com sua prole, seu filho, sua continuação.

mother-daughter-sleeping-bed-54971942

A mãe tem um papel fundamental na vida de uma criança, desde sua geração até a sua morte, da infância a vida adulta, ela se faz presente, mesmo não estando próxima fisicamente ou sendo desconhecida ou já falecida, ainda, assim ela é a peça fundamental na vida de cada ser humano.

Mãe-e-filha-abraçadas-500x334

Neste contexto observa-se que 90% dos psicopatas tiveram em sua formação psicótica tendo sua mãe como raiz de seu transtorno de personalidade, desta feita em algum momento em sua vida, sua mãe teve papel fundamental em sua formação doentia.

mae

Nos casos mais perversos em estudo, analisa-se que pessoas com transtorno de personalidade, são filhos de mulheres problemáticas, mães prostitutas, drogadas, violentas, perversas e dominadoras.

images (2)

Mães, estas que só geriram suas proles e as vê como coisa e não como um ser humano que deve ser amado e respeitado. Geralmente são mulheres que também não foram amadas por seus genitores e, portanto, só estão repetindo o ciclo vicioso de suas vidas.

images (1)

É evidente que existem as exceções, existe filhos que já nascem com transtornos de personalidade, porém estes são menos de 1% da humanidade, fato comprovado. Quero deixar claro que os pais (homens) também têm um papel fundamental na vida e formação de seus filhos, mas não como as mães, pois mesmo quanto um filho é abusado por seu genitor, a mãe tem um papel fundamental, haja vista que por natureza, a proteção maior cabe a ela, é como se dizem: pai é qualquer um, mas mãe só tem uma.

saude1

Assim, uma esmagadora quantidade de casos de psicopatas se dá a um fator principal: a mãe como origem na psicopatia de uma pessoa, seja homem (maioria) ou mulher em menor quantidade tratando-se de assassinos em série.

620x465

Em quase todos os casos estudados até agora, os psicopatas têm a mãe como pivô de seus transtornos, eles caçam, matam sempre olhando para trás, para seu passado, para suas mães; mulheres que eles idolatram e que os perseguem como um fantasma, mulheres que fizeram de sua infância um inferno e que ainda assim exercem sobre eles um fascínio incontrolável e uma repulsa doentia, que eles tentam a todo custo se libertar e não conseguem. Cada vítima que eles sacrificam é como medir força com sua genitora, é uma forma de se sentirem fortes, valorizados e amados por elas.

destaque-qual-deles-é-o-seu-psicopata-preferido-evideoclipe-800x381

Na mente de um psicopata matar significa simultaneamente arrancar a dor de não ser amado e o poder se subjugar alguém mais fraco, assim como foi feito com ele na sua infância. Dai a importância da mãe em todos os aspectos na vida de uma criança para uma vida plena e feliz.

A mãe não é só uma “fonte” de vida, ela é a “vida” …

Se você não nasceu para ser mãe, não seja genitora, os psicopatas estão e isso não é só mera coincidência…

Só uma reflexão sobre ser mãe!

 

 

Anúncios